Páginas

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Filhote de orangotango é encontrado vivendo há mais de 1 ano acorrentado entre duas paredes.



Imagem de reprodução
Imagine só viver em um espaço de apenas 60 cm entre duas paredes de concreto, no meio de destroços. Deve ser terrível, não acha? No entanto, foi em um local assim que o pobre bebê orangotango Mingky viveu por um ano inteiro. Ele foi acorrentado pelo pescoço e preso à uma parede e assim ficou confinado em sua prisão cinzenta.









O primata foi retirado de seu lar, nas florestas tropicais da Sumatra (Indonésia), quando ainda era um bebê, e posteriormente foi vendido ilegalmente como animal de estimação. Ele servia como entretenimento para a família de seu “proprietário”. 


Para o macaco, cuja espécie costuma ficar perto da mãe até os quatro anos de idade, essa é uma existência tão triste e solitária que chega a ser inimaginável. Felizmente, alguém estava ciente da situação de Mingky e alertou os ativistas dos direitos dos animais do "Orangutan Information Centre" (OIC). 


Com o auxilio das autoridades locais, a equipe de resgate foi até Mingky. Ao verem o animal atormentado, eles ficaram sem fôlego. O orangotango estava tão amedrontado e em pânico que eles precisaram adormecê-lo para retirar a corrente. Para Mingky, isso era a primeira sensação de liberdade em um ano. 


Ao questionar o proprietário, as autoridades descobriram que ele recebeu o macaco através de um amigo. Como ele não ofereceu resistência para devolver o animal, não haverá um processo criminal. 


"O orangotango teria ficado preso para sempre, mas felizmente nossa equipe descobriu o que estava acontecendo", informou a OIC no Facebook. “Mingky será levado para um centro de reabilitação, onde poderá se recuperar e se acostumar com outros macacos de sua espécie". 


Assim que estiver apto para seguir sua vida, os protetores dos animais querem libertá-lo na natureza. Assim, Mingky pode finalmente voltar a balançar de galho em galho, ao invés de ficar preso em seus poucos centímetros de concreto. Palmas para esses salvadores!
Independente de qual animal, se você souber de maus-tratos, não deixe de denunciar! 

Informações: The Dodo via Não Acredito
Imagens: Reprodução OIC
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário