Páginas

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Menor mãe do mundo tem um final triste após dar à luz a três crianças.


Se você acompanha nossos vídeos aqui no NC, já deve ter percebido que existem condições que acometem nós, seres humanos, que muitas vezes nem pensaríamos que pudessem existir. Embora muitas pessoas portadoras dessas condições consigam levar uma vida muito próxima do normal, a verdade é que elas precisam ser mais cautelosas em alguns aspectos. 





Stacey Herald, uma americana de 44 anos, era uma dessas pessoas que sonhava com a maternidade e não abriu mão de seus sonhos. 


Com apenas 73 centímetros de altura, ela foi considerada a menor mãe do mundo. 


Sua condição é chamada Osteogenisis Imperfecta e a impediu de crescer e ainda tornou seus ossos mais frágeis. 


Ela foi contra todas as orientações médicas quando decidiu engravidar. Os médicos acreditavam que se ela engravidasse, o bebê poderia crescer muito e esmagar seus pulmões e coração.
No entanto, superando todas as expectativas contrárias, Stacey conseguiu dar à luz aos seus três filhos, Kateri, hoje com 11 anos, Makya, 10 anos e Malachi, 8 anos. Infelizmente, dois de seus filhos herdaram a mesma condição da mãe. 


Em seu último parto, Stacy precisou levar 34 pontos da cirurgia de cesárea, mas nunca se arrependeu. “Ele é o menino mais lindo do mundo”, disse ela ao ver o caçula logo após o parto. 


A mãe amamentou seus três filhos e apesar de ser cadeirante, desenvolveu uma plataforma especial que permitia que ela desse banho nos filhos e também trocasse as fraldas dos pequenos. 



Seu marido Wil, 35 anos, também sempre foi muito ativo nos cuidados com os filhos. 


“Qualquer coisa que eu não consiga fazer, o Wil consegue”, disse Stacy em entrevista ao jornal britânico Daily Mail quando estava grávida de seu terceiro filho. 


Stacey pode ter encontrado várias dificuldades em seu caminho, mas nunca reclamou e sempre disse que valeu a pena tudo que passou. 


"Eu me considero um milagre e ter conseguido gestar e dar à luz a meus filhos também é um milagre. Meus filhos também são um milagre", concluiu. 


Infelizmente, a menor mãe do mundo acabou falecendo após ter tido uma vida notável. Ainda que suas decisões tenham sido arriscadas para sua própria saúde, não se sabe se tiveram alguma relação direta com seu falecimento, já que as causas do óbito não foram reveladas. 

Informações e imagens: Daily Mail
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário