Páginas

terça-feira, 4 de setembro de 2018

A barriga da filha deles não parava de crescer então, os médicos olham mais de perto e ficam impressionados.


Esperar a chegada de uma criança é um momento de grande emoção e ansiedade para um casal. Uma das maiores preocupações é que o bebê venha ao mundo com saúde.













E para os pais da história de hoje não foi diferente, e quando sua filha nasceu eles enfim puderam respirar aliviados. Porém, a alegria não durou tanto tempo quanto esperavam.


Infelizmente, Braylee filha de Amanda e Justin, de Illinois, EUA, ficou doente poucos meses depois de nascer. 


Sua pele tinha um tom amarelado e estava claro que ela não estava bem.



Em fevereiro de 2016, os pais descobriram que sua menininha tinha uma doença hepática rara chamada atresia biliar, o que significa que ela nasceu sem a vesícula biliar, órgão crucial no corpo humano, onde a bile é armazenada e depois liberada no intestino delgado. Esse órgão desempenha um papel muito importante no processo de digestão, e é ainda mais essencial para saúde e crescimento de um bebê.
Os pais foram informados de que a condição de Braylee era crítica. Amanda e Justin ficaram arrasados.
Os médicos operaram Braylee, conectando seu fígado aos intestinos, mas isso infelizmente não resolveu o problema e a menina continuou doente. 


A condição de Braylee se deteriorou. Seu estômago inchou até que ficou do tamanho de um grande balão.



A única opção para salvar a vida da garotinha era um transplante de fígado que deveria ser realizado o mais rápido possível. No entanto, para o desespero da família, nenhum doador de fígado estava disponível naquele momento.
Foi nessa altura que Justin resolveu doar parte do próprio órgão à sua filha. Aquela seria uma operação muito arriscada que poderia prejudicar sua saúde, mas ele não se importava, pois só queria ver sua bebê viva e feliz.


Então, algo inesperado aconteceu. Assim que Justin estava se preparando para passar pelo procedimento, um milagre ocorreu.



De alguma forma, na hora certa, um doador de fígado foi encontrado. Os órgãos do homem falecido iam ser usados para dois bebês, e Braylee seria um deles!
Felizmente, a cirurgia de transplante foi um sucesso!



Braylee respondeu muito bem ao seu novo fígado e gradualmente começou a se desenvolver de forma saudável. Pouco a pouco, a cor da pele da menina voltou ao normal e ela começou finalmente a sorrir como as outras crianças.



Graças a um ser humano muito generoso que se inscreveu como doador de órgãos, a menina teve uma nova chance de viver…



Deixe nos comentário sua homenagem a todos os dadores de órgãos… Eles são sem dúvida verdadeiros heróis! 

Informações: The Weekly Observer via Newsner
Imagens: Reprodução Facebook/Braylee's journey with Biliary Atresia
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário