Páginas

segunda-feira, 23 de julho de 2018

Labradora abandonada em abrigo entra em depressão e só olha para a parede.


Muito se engana quem acredita que a depressão é uma doença exclusiva dos humanos. Diversos animais, principalmente os que passaram por algum trauma, podem desenvolver essa condição. 









A foto de uma cadela no canto da parede se espalhou rapidamente nas redes sociais. A história por trás da imagem deixou muita gente com o coração partido.
Cash é uma fêmea de labrador preta e aparece no canto da parede, deprimida por ter sido deixada em um abrigo, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos.
Como não conseguiu superar ter sido abandonada, a cadelinha permaneceu na mesma posição durante 24 horas. Ela não comeu e nem se moveu desde que entrou em sua jaula. 


Vendo sua condição, Tammy Graves, fundadora da organização de resgate de animais de estimação The Haley Graves Foundation, se ofereceu para ajudar Cash e atraiu-a com um pouco de comida, então a levou a um veterinário. 


Foi constatado que ela sofria de uma infecção grave e, pior ainda, tinha diversas cicatrizes pelo corpo, que comprovam que ela foi abusada por seu dono anterior. 


Indignada com a condição da cachorrinha, Tammy usou o Facebook para denunciar a triste realidade dos animais que são deixados em abrigos, ficando com o psicológico totalmente afetado:
“Isso é o que acontece quando pessoas trazem seus cachorros para um abrigo. Esta é a realidade de ter um animal de estimação de forma irresponsável. Isso não é um problema de abrigos, isso não é um problema de resgate. Isso é ser dono de maneira irresponsável”.
Apesar de a publicação deixar muitos usuários da internet com o coração partido, após repercussão do post, Cash, a cadela, foi acolhida por um dos conselheiros do abrigo: “Um dos nossos conselheiros passou a amar e aconchegar Cash. Como você pode ver que ela é muito mimada lá (como ela merece ser)”, comemorou. 


Felizmente, Cash começou a se curar física e espiritualmente em seu lar adotivo. Ela está desfrutando de longas caminhadas e começou a se sentir confortável junto de seu pai adotivo. 


Tudo o que ela precisava era de alguém em quem pudesse confiar com um pouco de paciência e amor. 

Informações: The Mind Circle e Fox News
Imagens: Reprodução The Haley Graves Foundation
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário