Páginas

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Cãozinho assustado salta de um avião . 6 dias depois, o resgate mal podia acreditar no que encontraria.


Sobreviver ao hostil deserto do Atacama por quase uma semana é um desafio para qualquer ser humano, menos para um cãozinho da raça dachshund assustado que havia saltado de um avião durante o pouso. 










Não é de se admirar que Gaspar, de dois anos de idade, tenha sido apelidado de “cão milagroso” por desafiar as probabilidades e sair vivo do deserto mais seco da Terra. 


A aventura épica de Gaspar começou quando ele precisou viajar de avião até Iquique, uma cidade no norte do Chile, com Ligia Gallardo, a melhor amiga de sua dona. Janis Cavieres não pode acompanhar seu bichinho de estimação por causa de alguns compromissos, então pediu à amiga para ir primeiro e levar o cão. 


Conforme o protocolo, o cachorrinho viajou dentro bolsa de transporte e foi colocado no compartimento de carga do avião. Tudo ocorreu bem durante o trajeto, até a aeronave pousar. Quando Ligia foi buscar o dachshund nas esteiras do aeroporto, ficou desesperada ao perceber que a bolsa estava vazia.
Ela entrou em contato rapidamente com as autoridades pra descobrir onde Gaspar estava. Os oficiais disseram que houve um acidente e que o haviam perdido. 


Ninguém sabia exatamente o que tinha acontecido, mas depois de averiguar a situação, acredita-se que a bolsa de transporte caiu do local em que foi colocada enquanto o avião estava pousando e o forte impacto fez com que ela se abrisse. Como ficou muito assustado com a situação, o animal saiu correndo em direção ao deserto do Atacama. 


Ao ouvir as notícias de sua amiga, a proprietária Janis criou uma página no facebook e organizou uma operação de busca para encontrar Gaspar. A companhia aérea e uma unidade do exército local também se envolveram na busca, mas, apesar de ter sido visto caminhando pelo deserto várias vezes, Gaspar não pôde ser resgatado. 


Então, depois de seis dias de busca, felizmente, o cão milagroso de dois anos foi finalmente resgatado e agora está de volta aos braços amorosos de sua dona. 


Na rede social, Ligia publicou uma foto do resgate e uma mensagem de agradecimento a todos que ajudaram. "Muito obrigado a todos e todas que nos acompanharam fisicamente e em espírito. Somos eternamente gratos pelo seu amor, pela esperança e pelos bons desejos", escreveu. 


Paola Bravo, veterinária que cuidou do cão após o resgate, disse à imprensa local: “Ele estava sujo, estressado e desnutrido, já que estava desaparecido há seis dias e perdeu muito peso". Um tempo depois do acontecido, Ligia confirmou que o pet melhorou bastante e está ganhando peso gradativamente. 


A companhia aérea assumiu a responsabilidade pela fuga de Gaspar e agora está conduzindo uma investigação interna para determinar se o incidente foi causado ou não por erro humano. 

Informações: Oditty Central
Imagens: Reprodução das Redes Sociais de Janis Cavieres
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário