Páginas

terça-feira, 10 de julho de 2018

A condição peculiar desta família brasileira está chamando a atenção do mundo todo.


A genética é um campo fascinante dentro da biologia. Trata-se do estudo dos Genes, que são a maneira pela qual os organismos vivos herdam características de seus ancestrais. Se prestarmos bem atenção, todos nós temos características advindas de nossos pais, mães, avôs e avós. 






Mas o caso de uma família brasileira tem chamado bastante atenção das mídias, inclusive da internacional. Isso porque, 14 dos 23 membros nasceram com seis dedos nas mãos e nos pés. 


A anomalia começou com um dos pioneiros de Brasília, Francisco de Assis Carvalho da Silva, já falecido. Conhecido como "Six", ele era advogado e músico.
A variação genética que fez a maioria dos integrantes da família Silva nascer com seis dedos nas mãos e nos pés, é conhecida como polidactilia. Sílvia, filha de Francisco, conta que dos quatro filhos do músico, três – incluindo ela – nasceram com seis dedos. 


Netos e bisnetos herdaram a anomalia e dizem estar acostumados a lidar com olhares curiosos de quem percebe, mas não entende, a "marca da família", como cita a advogada Ana Carolina Silva.
"Muita gente presta a atenção, vê que tem algo de diferente na mão, mas não entende. Outras pessoas não têm coragem de perguntar.", contou ela ao G1.


Mas, se você acha que os Silva se incomodam com a aparência de seus pés e mãos, está muito enganado.
Eles dizem que aprenderam a conviver com a mutação genética. Na "família hexa", como são conhecidos, as crianças são ensinadas desde pequenas a valorizar a diferença. Maria Morena, de 12 anos, toca piano desde os 10 e lembra que o professor precisou adaptar as técnicas para ensiná-la a usar o instrumento.
A garota, que foi instruída pela mãe a utilizar o dedo extra, conta que tem vantagens em relação às pessoas com cinco dedos.
"Consigo alcançar mais teclas do que a maioria das pessoas e ter mais agilidade entre as notas". 


No entanto, a curiosa condição pode causar alguns empecilhos, como por exemplo, entre as meninas, a família optou por retirar um dos dedos do pé ainda quando bebês. O motivo, além de estético, é a dificuldade em encontrar sapatos femininos mais largos, feitos para quem tem seis dedos. 


Os dedos a mais, na maioria dos casos, costumam funcionar bem, todavia, profissionais da área da saúde costumam recomendar uma cirurgia para extraí-los, mas essa opção não chega nem a ser cogitada pela família Silva, que acredita que esta é uma marca que nenhuma outra família tem e que os destaca da multidão. 


Quando a história da família Silva foi divulgada nas redes, muitos internautas manifestaram suas opiniões sobre a anomalia da família.
“Eu não retiraria principalmente por ser funcional”, escreveu um que concorda com a decisão da família de manter os seis dedos.
Outro usuário ainda enalteceu que, no âmbito musical, a família certamente se dará muito bem.
“Isso é incrível! Eu toco violão e adoraria ter aquele dedo extra! Quero ver um deles tocando guitarra! Acordes únicos!”.
E para vocês que nos acompanham, quais seriam as vantagens e desvantagens de possuir essa condição? Vocês optariam em extrair os dedos a mais? 

Informações: G1
Imagens: Reprodução G1
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário