Páginas

terça-feira, 26 de junho de 2018

O uniforme da filha desta mulher tinha um cheiro insuportável. Ao cortá-lo, ela achou um corpo podre no forro.


Às vezes, quando vamos comprar roupas, somos tão apressados ​​que não nos certificamos de que as mesmas estejam em boas condições. Nós apenas as experimentamos e compramos. E quando acontece de apresentarem algum defeito, geralmente, notamos quando já estamos em casa, ou mesmo alguns dias depois de tê-las comprado. 







E, aparentemente, foi isso que aconteceu com essa mãe da história de hoje, que foi levada às pressas para comprar o uniforme escolar para sua filha Sofia, de 7 anos, e não percebeu a surpresa que acompanhava a peça. 


A britânica Natalie Kirkwood levou alguns dias para descobrir qual era o problema com a saia de sua filha. A menina reclamou constantemente de um cheiro terrível e a mãe estava determinada a descobrir do que se tratava. 


Assim que ela pegou a roupa, também sentiu o cheiro desagradável do novo uniforme e suspeitou do que poderia ser feito. Natalie, que já havia trabalhado com costura, rapidamente pegou uma tesoura e cortou a roupa enquanto registrava a descoberta incomum. 


As imagens mostram Natalie cortando o revestimento da saia e, de repente, um corpo peludo e imóvel aparece. 


"Meu Deus, o cheiro. É, sem dúvida, um rato!", diz a mãe, sua filha havia usado a saia algumas vezes antes de começar a sentir o cheiro putrefato.
Na verdade, era um pequeno rato morto, em estado de decomposição que foi costurado junto ao tecido. 


Após a descoberta nojenta e insalubre, Natalie compartilhou as imagens nas redes sociais, e rapidamente se tornou viral, atraindo a atenção da empresa responsável pela venda, que anunciou que vai começar a fazer as investigações necessárias para determinar a responsabilidade no incidente. 


De agora em diante, melhor começarmos a rever cuidadosamente as roupas antes de comprá-las, não acham? 

Informações: UPSOCL
Imagens: Reprodução das Redes Sociais de Natalie Kirkwood
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário