Páginas

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Milionário doa toda a sua riqueza e em seguida perde a luta contra o câncer.


É realmente triste, mas, algumas pessoas acabam tendo uma vida muito curta na terra - Ali Banat é uma delas. O milionário australiano foi muito bem-sucedido quando jovem e, com 30 anos, já tinha conquistado mais do que poderia desejar. 






Ele aproveitou ao máximo sua vida de luxo por muito tempo, até que, em 2015, um diagnóstico desastroso virou seu mundo de cabeça pra baixo. 


Os médicos descobriram que ele tinha um câncer em estágio avançado, impossível de ser cirurgicamente removido. Obviamente, quando Ali ficou sabendo que só tinha 7 meses de vida, seu mundo ruiu. 


O jovem repentinamente compreendeu quais coisas na vida eram realmente valiosas. Ele logo vendeu sua empresa e decidiu fazer o bem e ajudar os outros em seus últimos dias de vida.
O homem decidiu viajar até o Togo, no oeste da África, e ficou comovido com a pobreza local. Enquanto ele vivia uma vida luxo e gastava cerca de R$ 2000 em um par de chinelos, havia inúmeras pessoas morrendo de miséria na África. 


Ali começou a doar suas roupas e acessórios de moda caros durante sua estadia. Ele queria partir deste mundo sem posses. No entanto, o jovem ainda não estava satisfeito. Então, ele fundou a organização MATW, "Muslims Around the World" ("Muçulmanos ao Redor do Mundo", em tradução livre), que ajuda muçulmanos em necessidade. 


"O que começou como um empreendimento privado tornou-se uma empresa de longo prazo projetada para trazer alegria e felicidade para crianças em todo o mundo. O MATW está atualmente planejando construir uma vila, onde mais de 800 pessoas pobres receberão uma casa”, diz a página de doações da organização. 


O principal foco do MATW são os Órfãos e as viúvas. Além disso, escolas, fontes, casas de oração e hospitais são construídos para os necessitados. A maioria dos projetos humanitários está sendo realizada no Togo. 


Nas últimas semanas e meses de Ali, ele coletou doações para sua organização de ajuda e se preparou para o inevitável. Apesar das previsões dos médicos, ele viveu por mais de dois anos, até falecer em 29 de maio deste de 2018. 


Em um último vídeo publicado pouco antes de sua morte, Ali dá o seguinte conselho a todos os apoiadores da MATW: "Encontre algo que você possa perseguir, tenha um objetivo. Pense em como você quer atingir sua meta e trabalhe nisso. Mesmo que você não possa fazer muito pessoalmente, apoie outros com seus planos.".
Este homem, apesar de ter tido uma vida breve, claramente mostrou força de caráter após ser diagnosticado com sua doença. Uma atitude modelo que deve ser aprendida por todos nós. 

Informações: Metro via Não Acredito
Imagens: Reprodução das Redes Sociais da MATW
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário