Páginas

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Esposa encontra marido chorando no quintal — então ele mostra a ela o que tem nas mãos.


A grande maioria dos soldados que servem no exterior faz sacrifícios que nós não conseguimos nem imaginar. 
Eles deixam seus entes queridos para trás, vão para países desconhecidos e arriscam suas vidas – tudo para garantir que estejamos seguros.








Infelizmente, seus esforços muitas vezes passam despercebidos. E mesmo que retornem com estresse pós-traumático ou voltem com graves lesões, não recebem a ajuda que merecem, seja médica ou psicológica. 
E talvez seja por isso que acaba sendo tão bom ouvir histórias como essa!
Christopher Garrett era engenheiro de combate na 10ª Divisão de Montanha do Exército dos EUA. Enquanto ele servia no Afeganistão, sua unidade foi emboscada e Christopher foi baleado no estômago. 


A pélvis de Christopher ficou completamente destroçada e ele foi levado às pressas para o hospital. Os médicos conseguiram salvá-lo, mas ficou aleijado e teve que se aposentar do exército. 


Christopher ansiava por voltar à vida normal com sua esposa Brittany e seu filho pequeno.

Logo, porém, ficou claro que “normal” assumiria um novo significado.
As cicatrizes físicas e emocionais de Christopher dificultaram que ele se reajustasse. 


Coisas que antes eram fáceis para ele – como cortar a grama – tornaram-se quase impossíveis.
Ainda assim, Christopher estava determinado a não deixar os ferimentos de combate impedi-lo de viver.
Tendo apenas um velho cortador de grama, Christopher tentava ao máximo aparar o gramado sozinho.
Era incrivelmente difícil para Brittany ver o marido passar por isso.
Então, um dia, ela viu Christopher desmoronar em lágrimas. Achando que ele teve um colapso, ela correu para saber o que havia acontecido.
Mas quando ela chegou ao quintal, Brittany viu por que Christopher estava soluçando. Ele abriu a mão e deixou cair algumas chaves.
Brittany olhou para o quintal e viu um cortador de grama novinho em folha. E havia um bilhete em anexo:
“Espero que isso economize tempo para as coisas que mais importam em sua vida. Obrigado pelo seu serviço e pela minha liberdade. Sinceramente, um americano grato.”. 


Embora Christopher não tivesse a menor ideia de quem lhe dera o cortador de grama ou por quê, é óbvio que um vizinho viu Christopher sofrendo para cortar a grama.
É difícil dizer se esse vizinho entende o quanto o presente significou para Cristopher e Brittany. Mas, acabou por mudar suas vidas. 


Christopher ainda tem um longo caminho a percorrer em seu processo de reabilitação, mas graças a um estranho generoso, a jornada parece um pouco mais fácil agora. 


Todos nós temos algo de bom para oferecer e essa boa ação mostra o quanto um ato de bondade pode significar para alguém. 

Informações: Newsner
Imagens: Reprodução
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário