Páginas

sábado, 16 de junho de 2018

Cachorro fareja freneticamente durante passeio na floresta. Quando a dona descobre o motivo, começa a gritar.


Matthew foi abandonado apenas algumas horas depois de nascer. Mas, ao contrário do que vocês devem estar pensando, ele não foi deixado com um estranho ou colocado para adoção – o bebê foi enterrado vivo. 










Duas décadas atrás, alguém cavou um túmulo improvisado em uma pista de caminhada em Altadena, Califórnia nos EUA. O objetivo? Enterrar um bebê.
A pessoa, não identificada, jogou a criança em um pequeno buraco e a cobriu com terra e pedras. 


Em 1998, Azita Milanian estava correndo com seus cachorros pela mesma trilha, pouco depois de Matthew ser deixado para morrer.
Quando estavam próximos do local onde o bebê estava, um deles sentiu o cheiro de algo e começou a farejar a terra.
Seguindo o instinto de seu cão, Azita se aproximou da área e imaginou que poderia se tratar de um pequeno animal. Mas quando chegou mais perto, ficou em choque.
Ela não pode acreditar quando viu dois pezinhos no meio da terra e imediatamente começou a cavar para retirar a criança de lá. Azita nem mesmo sabia se estava viva. 


“Eu dei um grito. Era um embrulho, uma toalha azul e havia um bebê dentro”, disse Azita.
Naquela época, a tecnologia não era tão avançada como hoje em dia, e apesar de possuir um celular, ela não podia ligar para o 911, pois estava sem sinal. Tudo o que Azita pôde fazer – em pânico – foi correr até a estrada mais próxima e acenar freneticamente para um veículo. 


Um motorista parou e rapidamente os levou até a delegacia mais próxima. Acontece que tudo o que precisamos às vezes é de um toque humano.
“Ele agarrou meu pulso e parou de chorar. Foi muito emocionante”, lembra Azita.


Ao mesmo tempo, Azita simplesmente não conseguia entender que tipo de pessoa poderia fazer algo assim. O pequeno bebê ainda tinha o cordão umbilical pendurado em sua barriga.
Felizmente, a ajuda chegou rapidamente e depois de receber cuidados médicos, Matthew sobreviveu.
Este pequeno guerreiro acabou sendo adotado por uma família maravilhosa, mas sua mãe biológica nunca foi encontrada. 


Até se tornar adulto, Matthew nunca soube o que havia acontecido com ele. Mas um dia, ele e sua madrinha estavam num carro quando ela perguntou se alguém havia lhe contado a verdade.
“Ela me contou toda a história e eu não conseguia acreditar. Então fui para casa e pesquisei sobre. Eu me senti muito bem por ter sobrevivido ao impossível”, diz Matthew. 


O rapaz também decidiu procurar por seu anjo salvador e agradecer pessoalmente pelo que havia feito. Azita poderia ter ignorado seu cachorro e continuado a correr – mas ela não o fez, e isso salvou a vida de Matthew.
Durante os anos que se passaram, Azita tentou descobrir o que aconteceu com Matthew, mas foi difícil. Quando ele foi adotado, ela não teve como entrar em contato com a família dele.
Apesar de ter ficado triste, ela foi consolada por saber que, em algum lugar, havia uma família que o amava e faria tudo por ele.
Mas, felizmente, com a ajuda do apresentador norte-americano Ryan Seacrest, os destinos de Azita e Metthew finalmente se cruzaram novamente. 


Azita ainda revelou que tentou contato com Matthew durante muito tempo. “Eu tentei falar com você antes, mas o serviço de proteção às crianças não me deixou. Eles achavam que eu podia ter algum tipo de contato com a sua mãe biológica porque fui eu que te achei. E eu disse para eles: ‘vocês estão loucos?! Eu que achei ele, como eu poderia falar com a mãe dele?”, relatou Azita. 


Ela também explicou por que não o adotou quando bebê. “Eu só não o adotei porque eu temi pela sua segurança. Eu não sabia por que ele havia sido abandonado, não sei nada do passado dele. Fiquei com medo de que se o adotasse alguém poderia ir atrás de nós para machuca-lo. Meu rosto havia ficado muito conhecido por causa das reportagens sobre este caso. E eu queria que ele ficasse a salvo”, explicou. 


O programa mostrou o primeiro encontro dos dois ao vivo. Ao se virem pela primeira vez, eles trocaram um forte abraço e Azita chorou muito. 


Matthew agradeceu Azita. “Obrigada, você é um anjo! Muito obrigada!”. 


E Azita respondeu: “Não, eu que te agradeço, por ter vindo para a minha vida. Você mudou minha vida. Por sua causa eu criei uma ONG para ajudar crianças carentes”. 


Azita criou uma ONG chamada Children of the planet. 


Que história emocionante. É difícil nãoacreditar em anjo da guarda depois dela, não acham? 

Informações: Newsner
Imagens: reprodução ABC
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário