Páginas

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Um cheiro muito ruim vinha de uma casa. O segredo só foi revelado após intervenção das autoridades.


Diversos moradores da cidade de Toliara em Madagascar relataram ter sentido um cheiro podre vindo de uma casa. Sem saber do que se tratava, a população logo acionou as autoridades locais, que por sua vez, não pôde acreditar quando descobriu qual era a real causa daquele odor desagradável que varria a redondeza. 





Assim que abriram a porta do imóvel, se depararam com quase dez mil tartarugas-estreladas – uma espécie ameaçada de extinção. Os animais estavam espalhados por todos os lados, amontoados uns sobre os outros, com uma quantidade inacreditável de fezes e urina. 


O chefe da Polícia Ambiental, Sorian Randrianjafizanaka, disse em entrevista ao site oficial da National Geographic: “Você nunca imaginaria isso. Foi horrível! Havia tartarugas no banheiro, na cozinha, em todas as partes…”. Ele ainda relatou que nunca tinha visto nada igual. 


Após a contabilização da polícia, foi divulgado que, no total, a casa continha 9.888 tartarugas vivas e 180 já mortas. A espécie é considerada extremamente rara e é encontrada apenas em Madagascar. 


Mais de 6 caminhões de médio porte foram chamados para resgatar as tartarugas. Os animais foram levados para centros de tratamento e reabilitação para serem cuidados por veterinários e biólogos especializados em animais silvestres. Cerca de 574 tartarugas não suportaram o processo de recuperação e morreram por desidratação ou infecção. 


As autoridades disseram que três suspeitos - dois homens e uma mulher, que supostamente era a proprietária da casa - foram presos. Segundo Sorian, eles foram flagrados enterrando algumas tartarugas mortas no quintal quando a equipe chegou ao local. 


A polícia acredita que o caso tenha conexão com uma quadrilha internacional de contrabando de animais silvestres, de acordo com declarações dadas por Rick Hudson, presidente da Turtle Survival Alliance, em entrevista à National Geographic. 


De acordo com ele, existe um tratado firmado por 182 países que proíbe o comércio da espécie tartaruga-estrelada por sua vulnerabilidade à extinção. 

Informações: Gooru via Daily Mail 
Imagens: Daily Mail 
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário