Páginas

terça-feira, 22 de maio de 2018

Bebê contrai meningite e quase perde a vida após sentar em carrinho de supermercado. Médicos disseram ser apenas “virose".


O que inicialmente era para ser uma simples ida ao supermercado se transformou em um pesadelo para uma mãe e seu bebê de apenas 10 meses, de Queensland, na Austrália. 







Vivienne Wardrop disse que seu bebê Logan contraiu meningite e infecção por salmonela após sentá-lo em um carrinho de compras mal higienizado de um supermercado. Segundo ela, Logan adquiriu as doenças ao tocar no carrinho do supermercado e em seguida colocar as mãos na boca. 


"Eu nem pensei nisso", disse a mãe. “Eu havia acabado de colocá-lo no carrinho e fiz as compras rapidamente. Eu não havia levado ele em nenhum outro lugar em uma semana, então os médicos aconselharam que o supermercado seria o único lugar que ele poderia ter adquirido esses vírus.", revelou. 


24 horas do ocorrido, a criança acordou chorando incontrolavelmente e apresentava um quadro grave de diarreia, vômito e febre alta. 


“Quando eu acordei no meio da noite, encontrei diarreia em todos os lugares do berço", disse ela. “Eu estava tentando dar a ele uma mamadeira, ele estava vomitando e estava com 39º C de temperatura.", disse a senhora Wardrop ao Daily Mail.
Quando levou a criança ao hospital, um médico lhe disse que era apenas virose. No entanto, na madrugada do dia seguinte, Logan estava muito desidratado e novamente precisou ser levado a um pronto-socorro. 


Após uma série de exames, Logan foi diagnosticado com adenovírus, rotavírus, salmonella e meningite. “Estávamos com medo de perdê-lo. Não parecia que os médicos conseguiriam curá-lo porque não sabiam o que havia de errado com ele”, disse a mãe. 


“Eu nunca tinha visto uma criança tão doente, e tenho cinco filhos. Ele perdeu 10% do peso corporal em três dias e passou a ficar inchado porque a água não entrava nas células – era aterrorizante. Eles disseram que era muito incomum ser atingido por todos esses vírus de uma só vez”, contou. 


O pequeno Logan passou 10 dias internado, sendo oito deles na UTI. Após ser liberado, ainda precisou de algumas semanas para conseguir se recuperar completamente. 


Apesar do desespero, Vivienne que é mãe de cinco filhos, não culpou o supermercado pelo ocorrido. No entanto, decidiu usar a experiência para aumentar a conscientização sobre o problema. 

Informações: Daily Mail
Imagens: Supplied e Facebook de Vivienne Wardrop
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário