Páginas

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Este cão com uma grande marca na cabeça foi resgatado no deserto. Em seguida, raios-X revelam uma verdade inimaginável.


Um cão da raça Coonhound de Phoenix nos EUA, recebeu o nome de "Lucky" (que em português significa sorte) por um bom motivo. Ele sobreviveu a uma lesão inimaginável em sua cabeça que poderia ter custado sua vida. 







Lucky teve a sorte de ser resgatado por um agente da patrulha de fronteira depois de ter sido abandonado em um remoto deserto do Arizona, perto da fronteira mexicana. 


Quando o agente o encontrou, o cachorro estava vagando com uma grande marca na testa. O homem então levou o cachorro para um abrigo em Bisbee.


Quando chegou, os funcionários logo se perguntaram o que seria aquela marca na cabeça do pobre cão. Mais tarde, um veterinário fez um diagnóstico surpreendente depois de analisar o raio-x de Lucky. 


Aquela ferida, na realidade, era um buraco de bala. 
"foi um tiro dado com uma 9 mm e ele foi baleado entre os olhos e a bala ficou alojada em sua mandíbula", disse Michael Moorefield, da Arizona animal Welfare League, à Fox 10. 


Será que um humano cruel deixou Lucky para morrer no deserto depois de atirar na cabeça dele? Se ao menos Lucky pudesse falar. Ninguém sabe ao certo o que aconteceu. 


A julgar pelo entalhe no meio da testa de Lucky, a bala passou por entre os olhos, desceu e se alojou em sua mandíbula. 


Milagrosamente, apesar do ferimento por arma de fogo, Lucky aparentemente não foi afetado. O veterinário removeu a bala da mandíbula do cachorro, costurou sua ferida e deixou cicatrizar. 


Com sua natureza alegre, Lucky logo se recuperou e estava pronto para adoção. 
"é tão inacreditável que um cão que passou por tantas coisas tenha essa personalidade extremamente edificante", disse Moorefield. 


Na verdade, Lucky já foi adotado duas vezes no abrigo, mas retornou a cada vez porque era um “fujão”. Assim, para manter o cão energético, o dono em potencial precisa ter boa vedação em sua casa. 


Tirando as fugas, não há muito com o que se preocupar com Lucky, porque ele é um cão bastante sociável. 


“não há estranhos para Lucky. Ele corre e cumprimenta todo mundo”, disse Moorefield ao azfamily.com. 


Esperamos que Lucky mantenha sua personalidade positiva e que seus novos donos cuidem muito bem dele, com todo amor e carinho que todo cachorro merece. 

Informações: AZ Family e Fox 10 via NTD
Imagens: facebook e Fox !0
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário