Páginas

terça-feira, 20 de março de 2018

Se você avistar um cachorro “grudado”, não faça nada! Entenda o porquê disto.


Nem sempre é necessário ter um animal de estimação para ficar instigado com o comportamento de alguns deles. Você provavelmente já deve ter visto a cena de dois cães grudados pelos órgãos reprodutores. Isso acontece após o acasalamento. A primeira vista pode parecer bastante doloroso e desconfortável. Hoje, nossa missão é explicar o porquê isso acontece. 






Na verdade, é uma reação biológica natural. Quando a fêmea está no cio, ela produz feromônios que atraem o macho. A primeira interação é cheirar os genitais, e depois o macho monta na fêmea. A penetração ocorre ainda com o órgão sexual flácido. Esse ato só é possível porque eles possuem um osso que permite essa penetrabilidade através da fricção. 
Segundo a professora Paula Papa, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, quando começa a cópula, os cachorros ficam grudados rabo com rabo. 


“Quando o macho introduz o pênis na vagina da fêmea, ele expande o bulbo do pênis, parte que funciona como um tampão, para que o esperma vá direto para o organismo da fêmea”, explica a professora. 
Por sua vez, a vagina da fêmea possui um formato anatômico que se encaixa com o pênis do cão, e é por isso que eles se grudam durante o acasalamento. 
“Como o bulbo do pênis fica inchado durante a ejaculação, o macho não consegue se separar da fêmea”, conta Paula, “e qualquer intervenção mecânica pode causar lesões nos animais”.


O ato pode durar de quinze minutos até uma hora, depende da raça e do porte dos cachorros. 


Um detalhe importante que Paula explicou é que a posição de cópula não é, necessariamente, a do macho montado na fêmea. "Isso é apenas um sinal de dominância. A cópula só acontece se eles estiverem virados". 


A professora também conta que, quando a cópula termina, o bulbo regride de tamanho, e os animais se separam naturalmente.
“Essa evolução ocorreu para que o macho contribua para que a fecundação aconteça, já que as chances são bem maiores”, conclui Paula.
Em suma, esse grude acontece como uma forma de minimizar a perda de esperma e aumentar as chances de fecundação. 
Assim, se você vir dois cachorros grudados, não faça nada, pois é um ato completamente normal. 

Informações: Vix 
Imagens: Reprodução
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário