Páginas

sexta-feira, 16 de março de 2018

A brincadeira com a babá não terminou bem. Esta história continua a emocionar milhões de pessoas.


Histórias tristes não faltam. Todos os dias elas acontecem. Mas, algumas delas permanecem no imaginário coletivo. Às vezes pela brutalidade que acontecem, por envolverem personagens públicos e até por lembranças que o tempo não apaga. 







Em 1985, a italiana Lory del Santo conheceu um homem encantador, um inglês. Eles imediatamente se apaixonaram e logo começaram um relacionamento. Ele era um músico famoso e no auge de sua carreira. 


Meses depois, Lory descobriu que estava grávida. Ela estava muito feliz e esperava que seu namorado também ficasse. 
Com plena confiança de que eles compartilhariam um futuro juntos, ela lhe deu a grande notícia. Mas a reação dele não foi o que ela esperava. Ele disse que não estava pronto para crianças, para ser pai, e os dois acabaram se separando. Ele precisava de tempo para resolver sua própria vida primeiro. 
Um tempo depois, as coisas mudaram. Ele decidiu que estava pronto e voltou para Lory. Eles eram mais uma vez casal quando Conor nasceu em agosto de 1986. 


Aqueles eram tempos felizes. A família vivia feliz na Inglaterra e desfrutava de uma vida maravilhosa. 


Mas, a felicidade não durou tanto tempo como Lory esperava. Mais tarde, novos problemas. O pai ainda não tinha a certeza de que realmente amava seu filho. Ele não sabia como se comportar com ele – e estava assustado e inseguro. E começou a beber. Percebendo que precisava mudar sua vida, ele deu entrada em um centro de reabilitação. 


Lory e o pai de Conor novamente decidiram dar um tempo, mas continuavam em contato. Ela e pequeno Conor se mudaram para a Itália, onde o pai os visitava ocasionalmente. Conor era um garoto brincalhão e feliz, que gostava de ouvir a música de seu pai. 



Em 19 de março de 1991, o pai decidiu que era hora de realmente mudar de vida. Foi uma data muito especial: ele e Conor teriam seu primeiro dia completo como pai-filho. Eles foram ao circo em Nova York e passaram um tempo maravilhoso juntos. 


O pai queria passar o maior tempo possível com o filho, então combinaram de ir ao zoológico no dia seguinte. Conor estava tão excitado que dificilmente conseguiu dormir a noite. 
Na época, mãe e filho viviam em um arranha-céus em Nova York. Na manhã seguinte à ida ao circo, Conor estava brincando de pique esconde no apartamento com a babá, esperando que o pai acordasse e fosse buscá-lo. 


Enquanto isso, um zelador limpava as grandes janelas de vidro do apartamento. Estas sempre estavam fechadas por razões de segurança. Naquele dia, no entanto, uma delas estava aberta, com o limpador de janelas fazendo seu trabalho. 


Foi então que o impensável aconteceu: quando Conor tentou se esconder de sua babá, correu direto para a janela aberta. Ele acreditava que o vidro estava, como sempre, fechado, e planejava se esconder atrás da cortina. 


A tragédia tomou seu curso fatídico. O jovem Conor despencou 49 andares e caiu em cima de um prédio. Lory entrou na sala de estar quando ouviu os gritos da babá, mas era tarde. Ela desabou completamente quando percebeu o que acontecera. Minutos depois, o pai chegou para pegar o filho. Mas, Conor estava morto. 




Você provavelmente dev estar se perguntando, mas quem é o pai famoso que acabará de perder o filho? 



O pai desta história é o artista e guitarrista Eric Clapton. Uma maneira que ele tentou controlar a sua dor foi escrevendo uma música com uma melodia fantástica e marcante, que você já ouviu falar: Tears in Heaven (traduzindo para o português, Lágrimas no Paraíso).


Se você ainda não conhecia essa trágica história, provavelmente, ao ouvir a música novamente (ou pela primeira vez), ficará extremamente emocionado. 

Informações: Newsner 
Imagens: Reprodução Newsner 
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário