Páginas

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Família autoriza e foto de senhor dando adeus à esposa emociona a internet


O sofrimento e a perda são partes diárias de nossas vidas. No entanto, muitos de nós achamos difícil reconhecer ou falar sobre o papel do sofrimento em nossas vidas. Quando um ente querido ou parceiro se vai, o vazio que eles deixam é imensurável. 








As pessoas dirão coisas como: “Você tem que superar” ou “A vida continua”, mas é quase impossível. Na melhor das hipóteses, podemos passar por isso. Mas, o sofrimento e a sensação de perda estarão sempre conosco. 
Bobby Moore sabe o que é amar de tal forma, que o sofrimento que vem com a morte de um parceiro é esmagador. A família de Moore solicitou que essa experiência fosse escrita como uma publicação no Facebook. Bobby perdeu sua esposa, Jerry, que foi sua companheira por quase 59 anos. É realmente difícil imaginar o sofrimento deste homem. 

"Hoje eu vi um homem, um homem arrasado, vigiando seu bem mais valioso. Aqui estava o amor personificado”, disse o post. 
"Quando ele entrou na sala", continuou, "seus passos eram difíceis, mas sua determinação não se intimidava. Seus olhos estavam fixos em seu destino que se encontrava no final daquela sala. Um caixão cinzento de aço sob luzes coloridas. A metade de sua tampa estava aberta; A metade fechada apoiava uma coroa de flores vivas misturadas e adornadas com fitas com as palavras "esposa" e "mãe". Ao aproximar-se e sem pausa, ele se inclinou e beijou seus lábios pintados, seu corpo frágil tremia para ficar ereto”. 
Os Moore passaram 59 anos juntos. Independente do tempo, foi uma vida de amor, experiências, lutas, risos, bons e maus momentos. Quando a família começou a chegar, ele ainda estava sentado, acariciando seu cabelo. "Ela está bem, não é?", Ele perguntava. "Eu sei que você não pode me ouvir", ele sussurrou. "Mas eu te amo." E suas lágrimas caíram. 


Bobby ficou sentado ao lado do caixão durante cinco horas até que, exausto, não conseguia mais ficar sentado. Em muitos aspectos, a visualização, o sono ou o funeral são a parte fácil. Afinal, seu amado ainda está fisicamente presente e você tem família e amigos para apoiá-lo. Mas depois disso, você tem que acordar e ser corajoso todos os dias. 
A fotojornalista April Yurcevic Shepperd pegou a foto de Moore sentado junto ao caixão e foi ela quem escreveu o emotivo relato do que testemunhou. Com a permissão da família, ela compartilhou isso esperando que possa inspirar os outros. Rapidamente o relato e a imagem tornaram se virais no mundo todo, a WAGA Fox 5 Atlanta, que primeiro compartilhou a história, mencionou que a postagem tinha sido compartilhada mais de 2 mil vezes e os comentários e reações não param de crescer. 
Clique aqui se tiver interesse de ler a publicação na íntegra - em inglês-, vale muito a pena e você certamente vai repensar muitas coisas em sua vida. 
Nós somos tocados pelo amor deste homem e quando reconhecemos isso e seu sofrimento, eles estão de alguma forma vinculados aos nossos. O que ele sente, vamos sentir ou já sentimos. Para todos aqueles que sofrem, desejamos que o coração de você seja reconfortado. 

Informações: Facebook e Lift Able 
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário