Páginas

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Rapaz vai ao hospital com dores e médicos pedem exame de gravidez


Quando Byron tinha 18 anos, sofreu com dores abdominais durante vários meses. Posteriormente, a causa foi descoberta, o jovem adolescente britânico tinha câncer no testículo. Mas, a maneira com que os médicos conseguiram diagnosticá-lo foi, no mínimo, incomum.






Byron Geldard sentia dores no abdômen e foi para um hospital local para fazer um exame de ultrassom. “Estava com essa dor estranha, mas não estava pensando muito nisso. Fiz exames, e eles mostraram que eu tinha um tumor que estava se espalhando em meus pulmões. Eles não sabiam do tipo, mas diziam que eu precisaria de quimioterapia”, explicou o jovem ao jornal.


Depois do diagnóstico, Byron foi encaminhado para uma unidade em Cambridge para tentar descobrir o tipo de câncer que tinha. Foi quando ele fez um teste de gravidez de farmácia para determinar se o tumor estava produzindo hormônios, os mesmos ligados à gravidez e ao câncer testicular. Com o resultado, ele foi diagnosticado com estágio quatro de câncer testicular, que havia se espalhado para o seu abdômen e pulmões. “Dei ao hospital uma amostra de urina, o teste de gravidez deu positivo, e eu comecei a quimioterapia no dia seguinte ao que fui diagnosticado”, contou ao “Telegraph”.


O paciente recebeu quimioterapia e o tumor no estômago desapareceu. A vida de Byron foi salva - graças a um teste de gravidez.


Recentemente, o jovem descobriu que a doença está controlada. “Foi um sentimento muito estranho saber que eu estava bem novamente. Você espera voltar ao normal, mas minha mentalidade mudou completamente. Eu achava que a minha vida estava praticamente certa até que eu tivesse uns 85 anos, e agora tenho noção da minha própria mortalidade. Tive uma crise de meia-idade precoce”, falou o estudante ao “Daily Mirror”.


Byron está fazendo um show de stand-up comedy sobre câncer testicular para alertar as pessoas sobre a doença. “É uma forma de mostrar que o câncer não têm sempre de ser uma sentença de morte”, disse. Ele também pretende ir para a universidade futuramente e, ainda, aproveitar muito a vida. Como foi ajudado pela fundação “Teenage Cancer Trust”, ele está ajudando a arrecadar dinheiro para colaborar com o tratamento de outros pacientes.

Informações: Daily Mail, Newsner, Alagoas 24H
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário