Páginas

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Mulher sem vida "dá à luz” dez dias após partir e médicos dizem tratar-se de um fenômeno


Uma mulher, chamada Nomveliso Nomasonto Mdoyi, de 33 anos, se queixou de uma falta de ar repentina em sua casa localizada em uma vila, na província do sul do Cabo Oriental, na África do Sul. A mãe de cinco filhos acabou morrendo pouco depois e seu corpo foi entregue a uma empresa funerária antes do enterro.





No entanto, o que deixou seus familiares em choque foi que no dia anterior ao funeral, 10 dias depois de sua morte, a equipe da funerária que preparava seu corpo notou um bebê morto entre as pernas do seu corpo sem vida.
Segundo o Daily Mail, o chefe da funerária relatou que ao levarem o corpo da bandeja para o caixão descobriram o corpo do bebê. Ele contou o acontecimento ao Times Live : “Estávamos tão chocados e assustados que nem tivemos tempo de olhar para o sexo do bebê. Eu tenho estado no negócio por mais de 20 anos e nunca ouvi falar de uma mulher morta dar à luz”
Pode parecer bizarro, mas esse tem uma explicação cientifica bem esclarecedora e provavelmente não foi a primeira vez que aconteceu um caso como este, apesar de ser considerado raro. O fenômeno ocorrido é medicamente conhecido como Extrusão fetal post-mortem ou Nascimento de caixão. Trata-se da expulsão de um feto não viável pela abertura vaginal do corpo decomposto de uma mulher grávida morta, como resultado do aumento da pressão dos gases intra-abdominais. Este caso de parto após a morte ocorre muito raramente durante a decomposição do corpo
O fenômeno apesar de não ter sido citado, coincide com as justificativas que os médicos deram à mídia local, eles disseram que o relaxamento dos músculos após a morte ou mesmo uma acumulação de bactérias pode fazer com que um bebê não nascido seja expulso.
Os familiares disseram que a descoberta sombria foi devastadora e chocante. A mãe de Nomveliso, Mandzala Mdoyi, disse:
“Fiquei devastada pela morte prematura da minha filha e agora recebi o choque da minha vida ao saber que ela deu à luz enquanto estava morta há 10 dias”.
A família ignorou qualquer sugestão de feitiçaria e realizou o funeral e a cremação conforme planejado, com o bebê no caixão junto à mãe.

Informações: Daily Mail
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário