Páginas

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Meninos encontram uma Ferrari enterrada no quintal da sua casa. Anos depois, o mistério é desvendado.



Em algum momento de suas vidas, vocês já pararam para pensar o que pode estar enterrados embaixo de nossos pés? Aqui no NC, nós já te contamos histórias de pessoas que encontraram coisas muito interessantes enterradas em suas propriedades. Mas o que dois meninos encontraram em seu quintal no final dos anos 1970 é realmente inacreditável.






No ano de 1978, uma família se mudou para uma linda e nova casa no subúrbio de Los Angeles (EUA) e estava se acostumando com o novo lar. Os dois filhos do casal brincavam bastante no novo quintal. Um dia, por diversão, eles começaram a cavar um buraco. Quando repentinamente acertaram algo duro, eles não imaginavam que estavam prestes a desenterrar um tesouro.


Os dois continuaram a cavar e logo encontraram o sonho de qualquer menino. Abaixo da camada de terra e grama, estava uma Ferrari! Quando eles mostraram o achado para os pais, eles não conseguiam acreditar em seus próprios olhos e chamaram imediatamente a polícia. 


As autoridades começaram a desenterrar o carro e logo viram que ele estava cheio de roupas e toalhas. Os policiais começaram a suspeitar de algo terrível. Será que tinha um corpo embaixo dos tecidos? 


Quando eles tiraram o automóvel do buraco, suas suspeitas felizmente não se confirmaram. De fato, só havia enchimento no carro. Depois de tirarem toda a sujeira, finalmente soube-se de que carro se tratava: um modelo relativamente novo de 1974 de uma Ferrari Dino 246 GTS. Descobriu-se também que aquele local era antes uma piscina vazia, na qual o carro foi "afundado". Porém, ainda não estava claro quem havia transportado o carro esportivo até ali.
Por fim, a polícia conseguiu dizer quem era o dono do veículo, e ainda descobriu que o automóvel havia sido roubado enquanto o proprietário estava comendo em um restaurante. A polícia suspeitava que os ladrões queriam esconder o carro para buscá-lo mais tarde. Claramente, algo aconteceu nesse meio tempo e o carro ficou ali, escondido sobre a terra, até ser desenterrado pelos garotos em 1978. Outro enigma deste caso misterioso era o paradeiro do dono da Ferrari, que era desconhecido. 


A companhia de seguro, que na época do desaparecimento do carro teve que pagar integralmente por ele, se viu obrigada a vender o veículo pela maior oferta. É aí que Brad Howard entra. Ele comprou o Dino por aproximadamente 9 mil dólares (aprox. R$ 34 mil) - um valor irrisório para o valor de um carro desses nos dias de hoje. "Eu sempre quis ter um carro como o Dino. Ele é rápido, mas fácil de dirigir."


Brad não se assusta com o passado do carro, e precisou da ajuda de um mecânico para fazer a Ferrari voltar a funcionar. Ele reparou o dano exterior do automóvel e renovou o motor, que milagrosamente tinha sofrido poucos danos com o enterro. Como se a história já não fosse louca o bastante, outra coisa aconteceu após alguns anos. 


Uma revista online soube da história da Ferrari Dino e entrou em contato com Brad. Ele contou como chegou ao carro, mas disse que o mistério do crime nunca foi totalmente resolvido. Os editores continuaram a pesquisar e enfim descobriram mais detalhes sobre a história, que é tão curiosa quanto o achado do carro. 


Um crime tinha realmente acontecido, mas não o que a polícia esperava. Acontece que o casal ao qual a Ferrari pertencia estava falido e não podia mais sustentar luxos, como o carro. Porém, como eram apaixonados pelo carro, eles não conseguiram se desfazer dele. 


Assim, os donos resolveram esconder a Ferrari em uma piscina vazia e enterrá-la para que recebessem o dinheiro do seguro sem ter que se livrar do automóvel. De fato, eles receberam o dinheiro, mas ainda não está claro por que nunca voltaram para desenterrar o amado veículo.

Informações: NTD via Não Acredito
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário