Páginas

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

A incrível história do menino criado por macacos após ser abandonado na selva


(Crédito da imagem: www.dawn.com)
Muitas pessoas podem lembrar-se deste caso impressionante que vou contar aqui, uma história incrível que chamou a atenção do mundo todo em sua época e levantou muitos debates e questionamentos sobre o racional e o irracional. 







  Vocês aí que estão assistindo e nasceram no meio dos anos 90 possivelmente não conhecem esta história, e os mais velhos que nasceram antes, talvez nem se recordem deste caso curioso que vou contar aqui, ou simplesmente não ficou sabendo. A história é magnífica, todos deveriam saber. 
Em 1996, a mídia de todo o mundo divulgou um resgate impressionante que foi compartilhado e acompanhado por milhares de pessoas em redes de tvs, revistas e jornais de um menino nigeriano abandonado na natureza e criado por uma família de chimpanzés. 
Antes de ser resgatado e colocado aos cuidados de um lar infantil especializado, Bello, como foi denominado posteriormente por uma equipe de enfermagem da casa Tudun Maliki Torrey em Kano foi encontrado por caçadores vivendo com uma família de chimpanzés na Floresta Falgore, que fica a 150 quilômetros a sul de Kano.
No momento de seu resgate, Bello teria dois anos. 
Matérias jornalísticas realizadas na época sugeriram que Bello, poderia ter sido filho de pessoas nômades e étnicas que viajam pela região e que podem ter o abandonado. Os funcionários acreditam que foram suas deficiências que levaram ao abandono. Ele tinha uma testa deformada, ombro direito inclinado e peito saliente. O abandono de crianças com deficiência é comum entre alguns povos da região. Mas Bello teve muita sorte. Uma família de chimpanzé o adotou e o criou como um filho.
Abba Isa Muhammad, o oficial de bem-estar de Bello, estima que o garoto poderia ter apenas seis meses de idade quando os chimpanzés o adotaram. 
Quando Bello chegou à casa de cuidados, ele era curvado como um Chimpanzé, tinha menos peso do que deveria ter para o seu tamanho e parecia um menino de quatro anos de idade. Bello andava no estilo de um chimpanzé, movendo-se sobre as patas traseiras e arrastando os braços no chão. Ele também batia com as mãos na cabeça repetidamente da maneira como os macacos fazem quando estão alterados. 
Segundo relatos, Bello caminhou como um chimpanzé no abrigo, usando as pernas, mas arrastando os braços no chão. Ele pulava de noite no dormitório, perturbando as outras crianças, esmagando as e jogando coisas para todo lado. Seis anos depois, Bello ficou mais calmo, mas ainda pulava de uma forma semelhante a um chimpanzé, fazia ruídos de chimpanzés e também aplaudia várias vezes as mãos. Bello morreu em 2005.
É difícil acreditar como ainda existem pessoas que tem coragem de maltratar esses animais, seja um cachorro, cavalo ou até mesmo um macaco. Se não fosse a família de macacos, Bello possivelmente não resistiria por muito tempo sozinho na floresta.
Histórias como essas só nos fazem refletir que animal tem sentimentos e lembrar que não somos os donos do planeta, devemos respeitar a natureza. 

Informações: Unbelievable Facts, Monkeyland 
Edição: NC

(Crédito da imagem: www.dawn.com)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário