Páginas

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

A história de David Reimer: O gêmeo forçado a ser uma garota em um experimento inacreditável


A história de David Reimer é terrivelmente triste. Reimer foi um indivíduo canadense nascido saudavelmente do sexo masculino, mas que teve sua identidade sexual modificada e foi criado como uma menina depois que seu pênis foi acidentalmente destruído durante uma circuncisão. O psicólogo John Money supervisionou o caso e relatou que a atribuição de identidade sexual foi um sucesso, como uma evidência de que a identidade de gênero é principalmente aprendida. 




Quando ainda era um bebê, David Reimer, nascido Bruce Reimer, e seu gêmeo idêntico Brian Reimer foram levados a um urologista por seus pais que notaram algo anormal quando os meninos urinavam. Ambos foram diagnosticados com fimose e encaminhados para a circuncisão com apenas sete meses de idade. A fimose é uma condição em que o prepúcio de um pénis não pode ser puxado para trás, resultando em um inchaço semelhante a um balão durante a micção e dor durante a ereção, mas, que aparentemente, é inofensiva. A cirurgia foi realizada primeiro em Bruce, usando um método não convencional de cauterização. O pênis de Bruce ficou gravemente queimado durante a operação e não havia como ser reparado cirurgicamente. Então, os médicos optaram por não operar seu irmão Brian, cuja fimose corrigiu-se sem qualquer cirurgia.


Em 1967, preocupados com o futuro do filho, os pais de Bruce consultaram o psicólogo John Money, que ganhou fama como pioneiro no campo do desenvolvimento sexual e da identidade de gênero com base em sua pesquisa em pacientes intersexuais. Money era um defensor da "Teoria da neutralidade de gênero" e acreditava que a identidade de gênero era resultado da aprendizagem social e poderia ser alterada através da intervenção comportamental. O psicólogo e sua equipe persuadiram os Reimers a acreditar que a cirurgia de mudança de sexo seria a melhor opção para Bruce.


Aos vinte e dois meses de idade, Bruce foi submetido a uma cirurgia em que seus testículos foram removidos e uma vulva foi criada. Ele passou a ser nomeado como "Brenda", e Money forneceu suporte psicológico para a mudança, que também serviu como uma oportunidade para promover sua pesquisa. 


Esta mudança foi considerada um caso de teste especialmente válido do conceito de aprendizagem social da identidade de gênero, por duas razões. Primeiro, o irmão gêmeo de Reimer, Brian, serviu de controle ideal, pois os dois não só compartilhavam genes e ambientes familiares, mas tinham compartilhado o ambiente intrauterino também. Segundo, esta tinha a fama de ser a primeira mudança e reconstrução realizada em um bebê do sexo masculino que não tinha anormalidade pré-natal ou pós-natal precoce de diferenciação sexual.


De acordo com Bruce, os gêmeos foram forçados por Money a ensaiar atos sexuais envolvendo movimentos explícitos. Bruce ainda relatou que o psicólogo o obrigou a assumir o papel feminino em todos estes ensaios, enquanto Brian teve que fazer movimentos empolgantes com sua virilha contra as nádegas de Bruce. Eles também eram obrigados a tirar suas roupas para explorar os órgãos genitais um do outro. Em pelo menos uma ocasião, Money tirou uma fotografia deles durante esses atos. Embora escrevesse que Bruce exibia um comportamento claramente feminino, de acordo com as notas de um ex-aluno em seu laboratório, seus pais haviam mentido sobre o sucesso desses experimentos. 


Desde a cirurgia e até a adolescência, Bruce teve que urinar através de um buraco no abdômen e recebeu estrogênio para incentivar o desenvolvimento mamário. Seus pais interromperam as visitas de acompanhamento quando Money os pressionou a realizar outra cirurgia para construir uma vagina. Aos treze anos, Bruce desenvolveu depressão suicida e ameaçou se matar se houvesse mais visitas ao psicólogo. Em 14 de março de 1980, seus pais lhe disseram a verdade sobre seu gênero, desde então, decidiu reassumir sua identidade masculina e mudou seu nome para David. 


David foi submetido a várias cirurgias para reconstruir seu pênis e teve seus seios removidos cirurgicamente em 1987. Ele também começou a tomar injeções de testosterona. Se casou com Jane Fontaine em 22 de setembro de 1990 e adotou seus três filhos. 


No entanto, seu irmão Brian sofreu de esquizofrenia após os experimentos e morreu devido a uma overdose de antidepressivos em 1 de julho de 2002. Somando o relacionamento difícil com sua família, a morte de seu irmão e o desemprego, em 2 de maio de 2004, sua esposa lhe disse que queria se separar, e dois dias depois David cometeu suicídio atirando na própria cabeça aos 38 anos, dentro de um carro em um estacionamento vazio.


Contrariamente ao que muitos acreditam, esse infeliz teste real prova que o gênero e a sexualidade não são puramente condicionáveis pela educação ou vontade, e sim pela combinação desses fatores a hormônios que nosso corpo produz, a maneira como nosso cérebro funciona e até mesmo nossos genes. Ou, nas palavras de David, "você não acorda um dia pensando que é um garoto ou garota, você simplesmente sabe".


Que a alma de David Reimer descanse em paz.

Informações: Wikipédia via Unbelievable Facts
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário