Páginas

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Turista britânica de 33 anos, "enfrenta a pena de morte" no Egito por transportar analgésicos em sua mala


Laura Plummer, de 33 anos, de Hull, afirma que foi obrigada a assinar uma confissão de 38 páginas totalmente escrita em árabe antes de ser trancada em uma cela minúscula com dezenas de outras mulheres.










Ela foi presa com comprimidos de tramadol avaliados em £ 23 (aproximadamente R$ 100) depois de voar para um resort para relaxar com seu marido Omar, que é egípcio. 


A Sra. Plummer levou as pílulas prescritas para o marido, que sofre de dor nas costas, mas vive no Egito, onde o medicamento é ilegal, sendo utilizado popularmente como um substituto para heroína. 


Sua mãe Roberta Synclair, de 63 anos, acredita que a filha está sendo processada por tráfico de drogas: "Ela não tinha ideia de que estava fazendo algo errado. Os analgésicos foram colocados no topo de sua mala, ela não estava escondendo-os. Foi-nos dito que ela poderá enfrentar 25 anos de prisão ou até mesmo a pena de morte. Ela passou pela pior dor imaginável - ela está passando pelo inferno.”, disse ela ao The Sun.


A Laura foi mantida por cinco horas no aeroporto sem intérprete. Ela então assinou uma declaração que ela acreditava que permitiria que ela fosse embora. A britânica ainda está vestindo as mesmas roupas da viagem e foi algemada por um policial armado quando apareceu pela primeira vez no tribunal. Ela deve comparecer novamente dentro de alguns dias.


A família da jovem já gastou cerca de £ 10.000 (aproximadamente R$ 43.000) em contas legais.
Ela carregava 29 cartelas com 10 comprimidos em cada. O Tramadol é prescrito apenas no Reino Unido e uma pílula custa 8 pence (34 centavos de real), o que significa que Laura conseguiria, no máximo, £ 23,20 (R$ 100), caso pretendesse vender suas pílulas.


O Ministério das Relações Exteriores confirmou que estão ajudando uma cidadã britânica no Egito.

Informações: Daily Mail
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário