Páginas

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Morador de rua dá seus últimos R$70 reais para ajudar mulher e recebe R$380 mil em troca


A americana Kate McClure, 27 anos, de Nova Jersey que foi ajudada por um homem sem-teto, depois que ela ficou sem combustível em uma estrada na Filadélfia durante a noite, decidiu retribuir ao belo gesto.












A decisão veio após o homem, agora identificado como Johnny Bobbitt Jr., ter se aproximado do veículo ao ver que a mulher parecia precisar de ajuda. Num ato de generosidade, ele disse para ela entrar no carro e travar as portas. Em seguida, caminhou até um posto de gasolina e voltou com um galão de gasolina - comprado com seus últimos 20 dólares (cerca de 60 reais).


Agradecida, mas sem ter como reembolsá-lo naquela noite, Kate prometeu retornar ao local para devolver a quantia gasta por ele. Desde então, ela e o namorado, Mark D’Amico, passaram a visitar o homem, sempre deixando algum presente: roupas, alimentos e outros itens. Consequentemente, o casal ficou sabendo mais sobre a vida de Johnny: um ex-paramédico de 34 anos, que fez parte dos Fuzileiros Navais dos EUA, mas mudou-se da Carolina do Norte para a cidade na Pensilvânia e acabou ficando na rua por um ano após perder emprego e documentos.



O casal ficou ainda mais impressionado ao ver fotos antigas de Johnny no Facebook: sorridente, exercendo sua profissão, abraçado a um cachorro, com uma ex-parceira na praia. As imagens aumentaram a empatia de Kate por Johnny. "É impressionante, pois você realmente consegue se ver ali", disse ela ao NJ.com. "Você vê e pensa: poderia ser eu".



Comovida com a história do homem altruísta que não mediu esforços para ajuda-la, gastando seus últimos dólares sem ao menos conhecê-la, Kate decidiu, então, além de reembolsar o valor do empréstimo, criar uma campanha pedindo doações para ajudar o homem a recomeçar uma nova vida fora das ruas. A princípio, o objetivo era arrecadar 10 mil dólares (cerca de 32 mil reais), mas as doações chegaram a mais de 115 mil dólares(aproximadamente 380 mil reais) e continuam crescendo cada vez mais.


Com o dinheiro, o casal pretende alugar um apartamento para o homem, pagar despesas como alimentação, vestuário, transporte e, com isso, ajudá-lo a encontrar um emprego e conseguir se estabilizar. "Ele só precisa de um empurrãozinho na direção certa", afirmou Mark ao Philly.com. "Não consigo nem imaginar como deve ser difícil. Ele é da Carolina do Norte. Está a quilômetros de casa e sozinho, sem ninguém. As coisas devem ter se tornado uma bola de neve até ele ter precisado passar a morar embaixo da ponte".


Graças a ajuda de tantos desconhecidos, Johnny passará o feriado de Ação de Graças sob um teto e em breve estará na nova casa. Ansioso e amparado, ele tem planos de trabalhar em um depósito da região, pois o local oferece plano de saúde.

Informações: Daily Mail, Rede TV!
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário