Páginas

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Mãe se revolta após escola raspar a cabeça de sua filha sem pedir permissão.


Denise Robinson está processando uma escola na cidade de Dracut, EUA, porque alguém raspou a cabeça de sua filha, Tru, de 7 anos, sem pedir a sua permissão.











A escola de nome não identificado afirmou que o cabelo da menina foi raspado por questões de higiene, porém os detalhes não foram esclarecidos, informa o Metro.
Ao site NECN, a mãe disse: “Os cabelos de Tru eram crespos, volumosos e longos antes de serem cortados. Estou muito chateada porque sinto que minha filha foi violada“. E acrescentou: “Não havia nenhuma razão higiênica para que raspassem a cabeça da minha filha. Não havia piolhos. Não havia nenhum inseto na cama. Não havia nada de errado“.

O advogado de Denise, Richard Kendall, falou aos jornalistas da CBS que as pessoas que cortaram o cabelo de Tru fizeram vários comentários racistas para a garota enquanto raspavam a sua cabeça. Um deles disse a ela que seu cabelo iria crescer liso após rasparem.



Um absurdo!

Informações: Itaici Brunetti para Vírgula R7
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário