Páginas

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Urso com língua de 3 quilos separado da mãe para ser comercializado ilegalmente passa por cirurgia


O urso vive sob os cuidados de monges em um monastério em Mianmar desde que foi resgatado, ainda filhote. Ele e o irmão haviam sido separados de sua mãe para serem comercializados ilegalmente na China.









E assim que ele chegou ao monastério, seus cuidadores notaram que ele tinha uma anomalia na língua, que passava a maior parte do tempo inchada e impedia-o de se alimentar ou se hidratar adequadamente.


Uma equipe de veterinários chegou a operar o animal em 2016, mas o inchaço voltou.
Até que, em junho deste ano, a infecção se agravou, a ponto de Nyan htoo (cujo nome significa "brilhante" em birmanês) ter dificuldade em se locomover enquanto arrastava sua enorme língua. O atrito com os dentes do animal também fazia com que ela ficasse constantemente ferida.
A piora na qualidade de vida do urso levou, então, a outra intervenção médica. Uma equipe de veterinários da Universidade de Edimburgo, na Escócia, viajou para Mianmar para realizar uma nova cirurgia, com o apoio de organizações de proteção animal.
A solução encontrada foi amputar os três quilos de língua, ao longo de quatro horas de cirurgia. Apesar de se tratar de um procedimento agressivo e irreversível, os veterinários avaliaram que seria a única forma de dar a Nyan htoo a chance de levar uma vida normal.
A causa da doença de Nyan htoo ainda intriga os veterinários. A equipe da Universidade de Edimburgo acredita que o inchaço na língua tenha sido causado por uma infecção por elefantíase, transmitida por mosquitos e causadora de inchaço em membros do corpo. É um mal relativamente comum em humanos em Mianmar - mas que até agora nunca havia sido registrado em ursos.


"É algo bastante raro, nunca antes visto em nenhuma espécie de ursos", disse, em comunicado, Caroline Nelson, enfermeira veterinária do centro de resgate vietnamita da organização Animals Asia.
"Mas não pretendíamos desistir de Nyan htoo. Agora (depois da cirurgia), ele vai conseguir comer muito mais confortavelmente, dormir em posição mais natural e se mover mais livremente."

Informações: BBC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário