Páginas

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Namorados desde a adolescência finalmente se casam depois do destino os separar quando descobrem um câncer


Jake Coats e Emily Collet, da Irlanda, se conheceram quando eram duas crianças de apenas 11 anos. Desde então, viraram melhores e inseparáveis amigos. Aos 16 anos declararam seu amor um pelo outro e começaram um relacionamento que duraria três anos. Quando foram para universidades diferentes, em locais diferentes, não houve outra opção a não ser terminarem o namoro. 



No entanto, o amor que sentiam jamais mudou, mesmo passando muito tempo antes de admitirem isso.





10 anos mais tarde eles retomaram a relação, mas à distância, já que estavam morando em países diferentes. Se visitavam constantemente e, além disso, pensavam em viajar de férias para as Filipinas em 2016. Jake tinha planejado uma surpresa romântica para essa viagem: pediria Emily, o amor de sua vida, em casamento. No entanto, aconteceu algo que mudaria tudo.
Antes da viagem, Emily foi internada às pressas. Depois de fazer alguns exames, os médicos descobriram o pior: a bela jovem estava com um câncer na tireoide, que já havia se espalhado para outros órgãos. Lamentavelmente, a doença já era incurável nesse estágio e não havia mais nada a ser feito.
Ao saber disso, Jake viajou para estar ao seu lado. Ele estava decidido a passar com ela todo o tempo que lhes restava juntos; não a deixaria sozinha. Pouco depois de receber o diagnóstico fatal, Emily escreveu o seguinte no Facebook:


"Acontece que o garoto que me fazia sentir borboletas no estômago desde que eu tinha 11 anos não estava mentindo quando me escreveu esse pequeno e lindo bilhete há uma década. Inclusive, apesar de termos recebido terríveis notícias de saúde essa semana, posso dizer honestamente que nunca me senti tão cheia de felicidade e amor ou determinação de melhorar, para poder passar o resto da minha vida com o amor da minha vida. Sou a garota mais sortuda do mundo!"

Isso mesmo: Jake pediu Emily em casamento, apesar do câncer terminal, e marcaram a data para ter a cerimônia mais linda da qual poderiam se lembrar. Mesmo com a doença piorando com o tempo, Emily seguiu conservando seu lindo sorriso e o desejo de viver até o último minuto.
Foi assim que eles planejaram o que chamaram de seu "Tandemonium": uma viagem de bicicleta de Londres (Inglaterra) até Copenhague (Dinamarca) - 2.000 km de distância. A viagem tinha como objetivo arrecadar dinheiro para a organização The Royal Marsden Cancer Charity. Apesar de estar bastante doente, Emily reuniu energia para que pessoas como ela possam descobrir o câncer que as ataca em estado inicial e tenham mais esperança de superá-lo. 


O Tandemonium foi um sucesso! Eles arrecadaram muito mais dinheiro do que pensaram inicialmente, além de terem conseguido mais tempo para estarem juntos. Em setembro de 2016 eles se casaram e tiveram uma linda cerimônia junto aos seus familiares e amigos. O casal está belíssimo nas fotos. 


Lamentavelmente, apenas alguns meses depois a doença venceu Emily. Ela morreu este ano, aos 31 anos. Apesar da tristeza que acompanhará Jake para sempre por ter perdido o amor de sua vida, o irlandês compartilha constantemente histórias sobre sua amada e como honrará sua memória seguindo com sua vida da melhor maneira possível. "Emmy era realmente surpreendente. Sua valentia incomparável, sua determinação inquebrantável e sua beleza e carinho não tinham igual. Era uma em um milhão", escreveu no Facebook.


Sabemos que Emily viverá para sempre nos corações de todos aqueles que a amaram, e que sua doação à organização que luta contra o câncer ajudará muitas pessoas a combaterem essa terrível doença que afeta a tantos. Desejamos muita força a Jake.

Informações: The Sun, ntd via Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário