Páginas

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Menina “vira mocinha” com 5 anos e gera preocupação. Seus pais estão pedindo ajuda nas redes sociais para atrasar a evolução precoce do corpo dela.


Uma garota de apenas cinco anos vai passar por uma 'menopausa forçada' por conta de uma rara doença que fez com que seu corpo se desenvolvesse muito mais rápido do que o normal.











Quando tinha dois anos, Emily Dover começou a desenvolver os seios, e aos quatro já havia menstruado. As informações são do Mail Online. 

Moradora de New South Wales, na Austrália, Emily foi diagnosticada com a Doença de Addison, uma doença que afeta as glândulas adrenais, que por sua vez acabam afetando a produções de hormônios como cortisol e aldosterona. Diagnosticada apenas este ano com a doença, os exames revelaram que Emily possuía os níveis de hormônio de uma mulher grávida. Ela também foi diagnosticada com puberdade precoce, que é quando o corpo de uma criança começa a mudar muito cedo para a fase adulta.



A mãe da garota, Tam, de 41 anos, disse que sua filha "não teve a chance de ser uma garota" e se mostrou preocupada com o diagnóstico. Seu medo é que a filha sofra bullying de outras crianças e seja vista como 'a menina diferente' na escola. Emily costuma acordar com os pulsos e joelhos inchados e dores relacionadas ao crescimento dos ossos. 


Agora, Emily vai passar por um tratamento que vai lhe causar uma "menopausa prematura", com uma série de injeções que devem bloquear uma parte da produção de hormônios. A família abriu uma página de financiamento coletivo para ajudar a custear o tratamento, já que cada injeção vai custar pelo menos 1,1 mil libras (4.5 mil reais).


Informações: Daily Mail, R7
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário