Páginas

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Jovem ouve 'estalo' e em seguida grito de dor do namorado ao fazer amor


Tudo fluía perfeitamente bem no relacionamento entre Megan Baker, 23 anos, e seu namorado Adam Francis, de 24 anos. Eles moram na cidade de Guildford, na Austrália e, durante uma noite na cama, algo terrível aconteceu com o rapaz.










De acordo com o relato do casal, eles se conheceram em 2013, através de amigos em comum. Foi tudo muito rápido, aquele famoso “amor à primeira vista”.
Megan ainda assumiu que ela não conseguiu negar as investidas de Adam.
“Ele é modelo, um homem maravilhoso. Ele me chamou pra sair e tomar uns drinks. Não consegui dizer não pra ele”.


“Nós desenvolvemos uma química muito boa. Nos demos bem desde o princípio!”.
Até que, em uma noite de fevereiro de 2015, os pombinhos estavam fazendo amor quando algo inesperado aconteceu.
“Nós estávamos deitados quando eu ouvi um barulho, tipo um estalo. De repente, ele se levantou gritando de dor. Foi aí que eu percebi que o membro dele estava sangrando muito”.


A garota disse que aquela foi uma das cenas mais assustadoras que já presenciou.
“Parecia uma cena de crime. Tinha sangue para todo o lado. Em cima da cama, no banheiro e em minhas mãos”.
Só que, ao invés de ligar para os bombeiros, coisa que qualquer pessoa normalmente faria, Megan ligou para um de seus melhores amigos.
“Eu fiquei sem reação, não sabia pra quem ligar. Peguei meu telefone e chamei o Tom, meu melhor amigo. Eu disse pra ele que tinha quebrado o 'pipi' do meu namorado, coisa que já havia acontecido com um dos amigos dele”.
“Tom me disse pra ligar para os paramédicos. Na hora, ainda incrédula com o que havia acontecido, liguei para a ambulância ir pegá-lo”.
Acontece que, segundo Megan, Adam estava muito envergonhado e disse aos médicos que ele tinha prendido a genitália na porta do banheiro.
“Ele estava muito assustado com tudo e preferiu não contar a verdade. Eu o apoiei, pra não piorar a situação”.
Os três meses seguintes foram muito sofridos para Adam. Nas duas primeiras semanas, ele não conseguia andar de tanta dor que sentia. Os médicos disseram que ele teria que operar pra colocar tudo de volta em seu devido lugar. Mas, graças a uma recuperação sem maiores complicações, Adam passou ileso dessa vez.


E ele garantiu que foi uma das piores dores que já sentiu.
“A dor é indescritível. Pra piorar, eu não sei lidar muito bem com sangue. Quase desmaiei quando vi tudo aquilo saindo do meu membro”.
Recuperado, Adam agora está tomando cuidado sempre que pode.
“Não quero que isso aconteça novamente comigo”.


Com muito bom humor, Adam brincou com a situação: “Estou até evitando algumas posições só pra ter certeza!”.

Informações: R7 e Instagram
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário