Páginas

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Mãe de menino cadeirante 'esquecido’ na escola desabafa nas redes sociais e sensibiliza grande distribuidora de cinema no Brasil


O desabafo de uma mãe sensibilizou uma grande distribuidora de cinema no Brasil, a Downtown Filmes.














Em uma publicação no Facebook, a mãe de João Pedro, de 9 anos, que sofre de paralisia cerebral, contou que seu filho foi deixado no corredor do colégio das 7h às 11h20 do último dia 29, enquanto o restante da turma foi levado ao cinema.




"Hoje vendo meu filho chegar da escola, não tive como não chorar!. Ainda não conseguiram aplicar o lindo projeto que eu também amo, que se encontra escrito no papel, ele não vai aos passeios da escola, este ano nem mesmo convidado para a festa junina ele foi", escreveu a mãe no post.

João se locomove com uma cadeira de rodas. Ele mora em Minas Gerais e estuda na escola em questão desde maio.
Segundo mãe, nem para ser espectador das atividades o seu filho é convidado. Ele é deixado boa parte do tempo em um canto no colégio.

"João está numa escola integrada, mas não faz nada. Tem uma pessoa que seria o agente de inclusão, mesmo que não pedagógico, mas que poderia fazer como eu faço: levar ao cinema, para brincar. Espero que ele chegue o mais perto possível do nosso mundo", fala a mãe.

O colégio e órgãos responsáveis na região prometeram apurar o que ocorreu, e que isso não vai se repetir.
Sensibilizada com o ocorrido, a Downtown Filmes, distribuidora de filmes, resolveu levar João Pedro ao cinema e realizou, em Belo Horizonte, uma sessão especial para ele e seus colegas no Cineart Multiplex. As crianças assistiram juntas ao filme “Emoji”.


Informações: KTV Keila Jimenez via R7 Entretenimento
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário