Páginas

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Jovem interrompe a vida no dia de seu aniversário de 23 anos depois de ser intimidada por "trolls" na internet


O assédio virtual (do inglês cyberbullying) é uma prática que envolve o uso de tecnologias de informação e comunicação para dar apoio a comportamentos deliberados, repetidos e hostis praticados por um indivíduo ou grupo com a intenção de prejudicar o outro. Tem se tornado cada vez mais comum na sociedade, especialmente entre os jovens. O assédio virtual pode ser considerado tão prejudicial quanto o assédio "tradicional", podendo, inclusive, levar, em casos extremos, ao suicídio.




A jovem de 23 anos Leanne Morrison, de Cambusbarron, na Escócia que lutava contra a depressão, tirou a própria vida no dia de seu próprio aniversário depois de ter sido intimidada por trolls da internet, incluindo um que criou uma conta falsa no Tinder onde se passava por ela, relatou a família. 


Uma publicação na página do Instagram de Morrison mostrou sua festa com seus amigos bebendo prosecco. Mas, seu corpo foi identificado por seu irmão de 20 anos William e seu tio Donnie Morrison, 40, depois que o alarme foi dado em 29 de agosto. 
Sua avó, Isabel Morrison, de 63 anos, falou com ela no dia anterior ao aniversário e disse que estava ansiosa para a noite. Ela acrescentou que não estava ciente do bullying até depois da morte dela. 


“Ela me disse que tinha uma consulta com o médico e acho que ela sofria de depressão depois de ter passado por momentos difíceis recentemente - mas ninguém percebeu o quão ruim era”.
Ela acrescentou: "Fui informado de algumas coisas que foram ditas no Facebook, o que é perturbador".
Sua irmã lançou um tributo doloroso a ela em 31 de agosto:
“Ainda não posso aceitar que tenha ido embora”. 
"Eu prometo que amaremos e protegeremos Mason, prometo fazer você ficar muito orgulhosa dele e sempre direi a ele o quanto você o amava. Vejo você novamente em breve, eu te amo”.


Um membro da família acrescentou: "Foram os valentões que levaram a ela a isso”.


“Alguns psicopatas criaram uma conta falsa no Tinder e entraram em contato com caras se passando por ela. A polícia recebeu um nome para a pessoa suspeita e todos os que conhecem Leanne esperam que sejam devidamente punidos por isso”.


Em uma publicação no Facebook em abril, Leanne fez referência ao tormento que ela estava suportando on-line quando ela prometeu que "nenhuma pessoa vai me abalar com mentiras patéticas e repugnantes [sic]”.


A amiga Danielle Duguid escreveu: "Algumas pessoas não percebem o que suas ações podem causar. Espero que isso abra os olhos das pessoas para pensar antes de agir”.

Informações: Daily Mail / Metro / Wikipédia
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário