Páginas

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Mãe é flagrada ao tentar jogar bebê no rio e notícia de espalha


A família de um bebê nascido na Índia, com um gêmeo parasita, iria jogá-lo no rio antes de um hospital local lhe oferecer uma cirurgia gratuita.
Kuli Bai, 22, deu à luz o menino sem nome em sua casa em uma pequena aldeia, em Pindwara, no norte da Índia. A família dela ficou tão chocada com as duas pernas, mão e pênis extra de seu filho, que iriam despejá-lo em um rio próximo.





As notícias se espalharam pela aldeia, até chegar a Bharat Pal Danda, 35, que dirige o Hospital Matra Chhaya, em Pindwara, que rapidamente enviou uma ambulância para buscar a mãe e a criança.
O Sr. Danda disse: "Fiquei muito chocado quando ouvi que esses parentes, que parecem extremamente ortodoxos e supersticiosos, estavam planejando matar o bebê jogando-o no rio. Eu não podia me sentar e não fazer nada”.
"Quando chegaram, fiquei chateado ao ver a condição da criança. Nós fizemos um diagnóstico inicial e lhe demos tratamento imediato, mas a situação era crítica, então nós o encaminhamos para um hospital melhor”.


O menino foi levado para o hospital do governo SMS Medical Institute and Hospital, em Jaipur, a cerca de 450 km de Pindwara, onde uma equipe de quatro médicos o operou com sucesso e removeu o gêmeo parasita.



O Dr. Parveen Mathur, professor sênior e chefe do departamento de pediatria, que realizou a cirurgia, disse: "A criança tinha quatro pernas, três mãos e dois pênis”. 
"O membro superior do gêmeo parasita estava subdesenvolvido. Embora ele estivesse internamente bem, sua condição era problemática devido aos membros extras anexados as genitais”.
"Agora removemos os membros extras e os intestinos que foram restritos ao gêmeo parasita. O menino está bem, mas continuaremos a mantê-lo sob observação, pelo menos, por mais uma semana”.

Informações: Daily Mail
Edição: Redação NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário