Páginas

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Jovem morre de infecção depois de ferir o braço enquanto brincava na cama com seu namorado


Em uma manhã de 1º de Janeiro, após uma celebração de ano novo, Katie Widdowson de 24 anos e seu namorado Dean Smith, decidiram continuar a festa em seu quarto e então começaram a ter relações através de um jogo que envolvia amarrar a jovem à cama.







Mais tarde, no mesmo dia, Katie deu entrada em um hospital agonizando de dor em seu pulso esquerdo. Os médicos inicialmente descartaram suas preocupações, dizendo que ela tinha sofrido apenas uma torção, lhe prescreveram analgésicos e a mandaram de volta para casa.





Porém, no dia seguinte, Katie acordou com o braço esquerdo repleto de bolhas, feridas e manchas pretas e não conseguia se mover.



A Sra. Widdowson, que tinha um filho jovem, foi levada às pressas para o hospital Heartlands em Birmingham, mas, sofreu um ataque cardíaco na ambulância e foi declarada morta pouco depois de chegar ao hospital.


Um inquérito ouviu que ela havia contraído Fasciíte Necrotizante - às vezes conhecido como um vírus comendo carne. A doença assassina pode ser causada por um pequeno corte na pele que pode se transformar rapidamente em uma bactéria mortal, como foi o caso de Katie. Uma vez diagnosticada, as áreas afetadas precisam ser removidas o mais rápido possível. Por isso que, muitas vezes, é preciso amputar para evitar que a infecção se espalhe. 
O diagnóstico errado feito pelos médicos do Hospital Good Hope custou a vida da garota, levando a família a culpar os profissionais por sua morte, pois, a situação trágica poderia ter sido evitada se os médicos tivessem tido o devido cuidado. 



A mãe de Katie, Patricia Widdowson, acredita que, divulgando a história de sua filha, outras vidas podem ser salvas.

Informações: Mirror
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário