Páginas

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Filhote de golfinho morre depois de ser submetido a uma estressante sessão de fotos com banhistas


Na terça-feira, a Equinac, uma organização sem fins lucrativos dedicada à salvação da fauna marinha, compartilhou os trágicos detalhes por trás da morte de um bebê golfinho em Mojácar, na Espanha.





De acordo com uma postagem do Facebook compartilhada pelo grupo, o jovem golfinho encalhou-se na costa. O filhote provavelmente encalhou porque estava doente ou porque estava separado de sua mãe. No entanto, a reação dos banhistas a este triste cenário é especialmente perturbadora.
Em vez de dar o espaço ao golfinho ou tentar ajudar o filhote, os espectadores tocaram repetidamente o golfinho, posando com o animal forçando-o a tirar fotos, de acordo com os primeiros respondentes que vieram auxiliar o animal e mais tarde contataram Equinac para obter ajuda.


"Levamos 15 minutos para chegar, mas o animal já estava morto", escreve o grupo em seu post do Facebook, traduzido do espanhol.
A publicação continua explicando que os fotógrafos "curiosos" que sujeitaram o bebê golfinho doente a um toque forte e as fotos provavelmente amplificaram o alto nível de estresse do animal, contribuindo para a morte dele.



"Os animais são muito suscetíveis ao estresse e suas manipulações, tirar fotos e tocá-los, causa um choque muito forte que acelera, em grande medida, a insuficiência cardíaca, que é o que finalmente aconteceu", explica a publicação.
Infelizmente, isso não é incomum. Equinac escreve que muitos dos animais que resgata são submetidos a comportamentos humanos prejudiciais antes que os socorristas cheguem.
"Lembremos a todos que esses animais são altamente protegidos; Perturbá-los, prejudicá-los... e manipulá-los é proibido por lei, e sempre pedimos respeito e consideração”, a publicação termina.

Informações: People
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário