Páginas

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Este homem é um entre as 10 pessoas que ainda vivem dentro dos confinamentos de um pulmão de aço!


Antes de ir mais longe, entendamos o que é um "pulmão de aço": é basicamente uma caixa rígida instalada sobre o corpo de um paciente para ajudá-lo a respirar, bombeando ar em seus pulmões com a ajuda de bombas mecânicas. O pulmão de aço é talvez mais comumente associado à poliomielite, muitas vezes indo lado a lado com ela, pois, a maioria dos pacientes com poliomielite passaram um grande pedaço de sua vida confinado no pulmão de aço.








Outro fato sobre o pulmão de aço: raramente é usado hoje em dia, tanto assim, que eles pararam de ser fabricados. Na verdade, apenas 10 pessoas usam o pulmão de aço nos dias atuais; Sete delas estão nos Estados Unidos. Um deles é Paul Alexander.



Alexander, que vem do Texas, tem agora quase 68 anos. Ele ficou paralisado pela pólio aos seis anos de idade, depois que seus pulmões pararam de funcionar; Ele tem sido amplamente dependente e confinado ao seu pulmão de aço desde então. Já foram 62 anos que Alexander passou no pulmão de aço: ele ainda permanece completamente paralisado e só consegue mover a cabeça, o pescoço e a boca.


No entanto, essa não é a parte mais notável: Alexander aprendeu a respirar voluntariamente, o que lhe permite escapar do pulmão de aço por algumas horas. Além disso, Alexander tem três diplomas universitários, o que lhe permitiu ter uma carreira bem sucedida como advogado e criar uma prática de direito privado bem sucedida. As poucas horas que ele pode gastar fora do confinamento são usadas sempre que ele pode estar litigando um caso ou dando um discurso.






Enquanto Alexandre condena a máquina em que ele está confinado, ele também admite com gratidão que, se não fosse pela máquina, ele não estaria vivo hoje: "É minha gaiola, mas também é meu casulo", diz ele.

Informações: Unbelievable Facts
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário