Páginas

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Conheça a história chocante da menina que teve os 2 pés cortados fora pelo pai e foi usada como cobaia para o avanço da medicina


Rasa Prasceviciute-sept veio ao mundo em 1980, filha de uma família de fazendeiros da Lituânia. Quando pequena, ela amava brincar de esconde-esconde com sua irmã gêmea, Auschra, no grande campo da fazenda. Mas em uma manhã de 1983, houve um terrível acidente.




Naquele dia, o pai dela, Vytautas, quis capinar o campo. Enquanto ele preparava a máquina, suas duas filhas entraram, sem serem notadas, no mato alto. Ele só andou uma pequena distância com a máquina quando de repente escutou gritos terríveis. O pai, chocado, nunca iria esquecer a imagem que o aguardava: o pequeno corpo de Rasa estava coberto de sangue e seus pezinhos completamente decepados. Ele imediatamente a levou para o hospital perto do vilarejo, mas os médicos não lhe deram muita esperança. 



Como ela tinha perdido muito sangue, Rasa corria risco de entrar em choque e morrer. Além disso, em 1983, a possibilidade de religar os pés dela com sucesso era considerada virtualmente impossível, particularmente em um pequeno vilarejo soviético. Mas os médicos não desistiram. Eles entraram em contato com seus colegas em Moscou e os persuadiram a dar uma chance à garotinha. No mesmo dia, Rasa foi levada em um voo para a capital russa. 


Quando chegou ao hospital em Moscou, a condição de Rasa já tinha se deteriorado sensivelmente. Quando os especialistas viram seus pés decepados, perderam toda a esperança. Como não havia no país nenhum container apropriado para transportar os membros, eles foram mantidos em uma caixa fria cheia de peixe congelado. Além disso, mais de 14 horas haviam se passado desde o acidente. Apenas um cirurgião jovem e ambicioso aceitou o desafio: o Dr. Ramasi Datiashvili.



A operação foi atrasada pelo fato de que nenhum de seus colegas quis ajudá-lo - eles acharam uma perda de tempo. Nenhum deles acreditava que a operação seria um sucesso, mas após nove exaustivas horas, o Dr. Datiashvili tinha reestabelecido o fluxo de sangue nos pés de Rasa. Agora o longo processo de recuperação poderia ter início. 




O resultado da operação impressionou os médicos ao redor do mundo. Foi uma das primeiras cirurgias de religamento de sucesso na história! Primeiro, Rasa recuperou a sensibilidade nos pés, depois, reaprendeu a andar. O Dr. Datiashvili acompanhou o processo do início ao fim e se tornou um amigo próximo da família. 



Quando as pessoas veem a jovem mulher hoje, mal podem imaginar o momento difícil que ela passou. Até mesmo seu futuro marido, que ela conheceu, ironicamente, em um baile, ficou surpreso quando viu as cicatrizes dela pela primeira vez.



Esta história emocionante prova que quase nada é impossível - desde que você não desista e não perca a esperança. Pessoas como o Dr. Datiashvili salvam vidas todos os dias, não importa quanto trabalho tenham, e são grandes exemplos para todos nós.



Informações: sputnik-georgia.ru via Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário