Páginas

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Avó de 72 anos gasta todas as economias tentando ver marido 45 anos mais novo após justiça inglesa impedir que eles morem juntos no país


Angela Nwachukwu de 72 anos casou-se com seu marido, CJ de 27 anos apenas três meses depois de se conhecerem através do Facebook, eles se encontraram pessoalmente pela primeira vez no dia do casamento. Mas, para sua infelicidade, o pedido de visto do nigeriano foi recusado.









"Depois de estar solteira por seis meses, vi que um jovem me enviou um pedido de amizade no Facebook e não podia acreditar na minha sorte. Eu me perguntei por que motivo ele me adicionou, mas eu aceitei e ele me enviou uma mensagem imediatamente me dizendo como minha foto de perfil era adorável. Conversamos durante horas, sobre nossas famílias e os hobbies uns dos outros - era como se nos conhecêssemos há anos".


O único problema era que CJ é 45 anos mais novo do que Angela e vivia a milhares de km de distância na Nigéria. Apesar disso, ela logo desenvolveu sentimentos por CJ.
Ela explica: "Ele era seis anos mais novo do que o meu neto mais velho, então eu sabia que estava errado, mas ele era tão encantador que eu não pude deixar de me apaixonar. Foram apenas poucas semanas desde que conversamos quando CJ me disse que sentia por mim e fiquei tão feliz".
Angela estava preocupada com o que seus filhos Phillip, 50, Malcolm, 47 e Maurice, 43 pensariam de seu namorado mais novo.
Ela acrescenta: "Quando eu primeiro disse ao meu filho Malcolm sobre o CJ, ele estava preocupado com o fato de que poderia ser uma farsa”.
"Ele verificou o perfil de CJ na internet e, depois de que havia nada de errado em todas as suas mídias sociais, ele percebeu que era genuíno. Todos podiam ver o quão feliz eu estava e isso é tudo o que eles sempre quiseram".
Um mês depois, em março de 2015, o CJ fez uma proposta para Angela durante uma vídeo-chamada.
Angela, que insiste que seu amor é genuíno, diz: "Ele me pediu que me casasse com ele. No início, pensei que se tratava de uma brincadeira. Ele disse que queria passar o resto da vida comigo e não podia acreditar na minha sorte. É claro que eu disse sim! Havia uma química tão surpreendente entre nós, eu sabia que ele era minha alma gêmea".


Angela registrou seu vôo para a Nigéria e comprou um vestido azul para vestir na cerimônia, enquanto o CJ comprou os anéis de casamento.
Ela diz: "Infelizmente, minha família não conseguiu ir, porque foi muito em cima da hora, mas eu tive suas bênçãos de qualquer maneira”.


"Quando cheguei e vi o CJ, eu dei um abraço e ele me beijou. A partir desse momento, eu sabia com certeza que ele era o homem certo para mim. Eu estava preocupada com o que sua família pensaria em nossa relação, mas fiquei tão aliviada quando me receberam com os braços abertos”.
Em abril de 2015, Angela e CJ se casaram em uma corte nigeriana cercada pela família e amigos do CJ.


Duas semanas depois, Angela voltou para casa no Reino Unido e enviou um pedido de visto de familiar para que a dupla pudesse viver junta na Inglaterra como marido e mulher. A entrada foi negada depois que as autoridades acreditavam que o CJ tinha se casado com Angela para ter acesso ao Reino Unido.


Ela diz: "Eu nunca lhe enviei dinheiro, então eu realmente não podia ver por que alguém pensaria que nosso amor não era verdadeiro. Nos meses seguintes, tentei apelar à decisão, mas quebrei meu coração novamente, pois foi negada. Ele nem sequer podia me visitar com um visto de turista porque achavam que não iria embora”.
Desde seu casamento, Angela visitou seu marido na Nigéria duas vezes e não desistiu de estar permanentemente unida a ele.


Ela diz: "Eu estava tão determinada a obter um visto que eu mesma contratei advogados para lutar contra a decisão. Nossa única esperança agora é que o CJ será autorizado a vir no próximo ano com visto de estudante para estudar para o seu mestrado em computação. Mesmo sabendo que é improvável que possamos viver juntos, nos amamos muito e nossa relação é forte. Espero ir para a África no final deste ano para visitá-lo e estou contando os dias até eu poder vê-lo novamente".

A taxista aposentada não mediu esforços e gastou todas as suas economias para fazer com que esse relacionamento dê certo.

Informações: Daily Mail / The Sun / Mirror
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário