Páginas

domingo, 13 de agosto de 2017

As pessoas pensaram que este homem convulsionando por causa da diabetes estava tendo uma overdose. Quase todos o ignorou.


Imagine você dirigindo em um dia normal atrás de um carro que freia. Depois de um tempo, você percebe que o carro não está se movendo para frente e algo está errado com o motorista.








E se você descobrisse que o motorista estava convulsionando e vomitando enquanto caía no assento? O que você faria? Seu primeiro pensamento seria sobre uma overdose de drogas?

Infelizmente, essa é a situação exata que ocorreu recentemente quando uma mulher estava voltando para casa do trabalho. Ela viu que um homem estava caindo sobre o painel do carro enquanto vomitava. Ela chamou o 911 e estava explicando os sintomas da melhor forma possível. O homem estava com o tempo contato e precisava de uma ambulância o mais rápido possível.
As pessoas começaram a aparecer, olhar e tentar tirar fotos do homem doente. Eles perguntavam se era heroína.

"MEXA-SE! Você está bloqueando o tráfego e não ajudando!" Gritou uma mulher.

Ela ficou consternada com a forma que as pessoas estavam agindo nesta situação terrível. Ao mesmo tempo ela tentava explicar ao operador do 911 que não havia evidência de uso de drogas ou álcool e não havia cheiro proveniente de álcool no carro.
Quando os primeiros policiais chegaram, eles olharam para o homem e também presumiram que se tratava de uma overdose. A mulher ficou chocada!
Ninguém estava olhando para o rapaz como um ser humano; Eles estavam olhando para ele como um viciado em drogas. E esse não era o caso.
Finalmente, a ambulância chegou. Eles foram conseguiram trazê-lo de volta à consciência, e ele foi capaz de se comunicar. A primeira pergunta que eles fizeram era se ele tinha feito uso de alguma droga e se tinha bebido - ele disse que não. Em seguida, perguntaram por que ele estava suando tão profusamente, e sua resposta rapidamente explicou tudo - diabetes. O homem tinha diabetes e não tinha insulina; Ele estava em estado de choque.



A moça que o socorreu não podia acreditar na falta de humanidade das pessoas. Embora haja uma epidemia de drogas, não devemos afirmar que alguém no estado daquele homem estivesse tendo uma overdose.

Informações: Shareably
Edição: NC
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário