Páginas

terça-feira, 11 de julho de 2017

Pai perde forças ao tentar salvar duas filhas de afogamento e é surpreendido por conhecido da polícia com má reputação


Imagem de reprodução
Há algumas semanas, Vyacheslav Karpjuk, um pai de três crianças, de Omsk, na Rússia, estava andando de bicicleta ao longo do rio Irtysch com sua esposa e filhos. Como suas filhas de 5 e 7 anos estavam cansadas, eles voltaram para o carro. Enquanto o pai guardava as bicicletas, sua esposa cuidava da criança mais nova. Enquanto isso, as duas meninas ficaram brevemente sem supervisão e foram ver o rio. 

De repente, Vyacheslav ouviu algo cair na água. Suas duas filhas tinham se inclinado demais sobre a grade e caído no rio frio. Elas estavam tentando desesperadamente ficar acima da água. O pai imediatamente pulou para salvá-las enquanto a mãe pedia ajuda. 
Na água gelada, as meninas ficavam cada vez mais em pânico. Elas se agarraram ao pai e involuntariamente o puxaram para baixo. Enquanto isso, vários passantes ficaram sabendo da situação. Alguns jogaram cordas, outros apenas filmaram. Mas era impossível para Vyacheslav manter as duas crianças calmas e amarrá-las às cordas. Suas forças estavam acabando. 
De repente, ele ouviu o barulho de algo caindo na água. Alguém tinha pulado no rio e estava lhe ajudando a prender as filhas nas cordas. Quando Vyacheslav viu seu ajudante, ele ficou chocado: o corajoso salva-vidas era um adolescente. Sasha Yergin foi o único que se atreveu a entrar na água. Pouco tempo depois, todos estavam de volta à terra firme e a salvo. 


Mais tarde, Vyacheslav contou aos jornalistas no local que, sem a ajuda de Sasha, ele não teria conseguido e provavelmente teria se afogado junto com suas filhas. Depois, as autoridades anunciaram que homenageariam o jovem por seu ato heroico. Pouco tempo depois, no entanto, um jornal local publicou um artigo sobre o passado chocante de Sasha. 


A vida de Sasha até então não tinha sido fácil: sua mãe alcoólatra tinha perdido sua custódia e o pai não tinha interesse nele. Desde então, ele vivia com sua avó. No centro juvenil, todos o descreviam como "inteligente, mas também bastante difícil." Ele também era conhecido pela polícia e tinha uma reputação como hooligan. 



Enquanto isso, várias pessoas têm expressado simpatia pelo adolescente e gostariam de ajudá-lo a melhorar suas perspectivas. O centro juvenil já recebeu várias ligações com ofertas de ajuda. Talvez um dia, Sasha não terá salvo apenas a vida de um pai e suas duas filhas, mas também a sua própria. Só podemos lhe desejar muita sorte! 


Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário