Páginas

terça-feira, 25 de julho de 2017

Mulher ignora mudanças no corpo após ficar grávida e quando vai ao médico descobre algo bizarro crescendo em sua testa


Quando Bethany Greenway, 39, do Texas (EUA), estava esperando seu segundo filho, no outono de 2014, ela não estava muito surpresa com as várias mudanças pelas quais seu corpo estava passando. 

A ruiva natural, que já tem várias sardas, descobriu o que pensava ser uma mancha em sua testa e simplesmente assumiu que era resultado dos hormônios da gravidez. E ainda que parecesse apenas mais uma sarda gigante, ela foi ao dermatologista só para ter certeza. Depois de checar sua pele, o médico também pensou que a mancha era benigna - mas não era.




Uma biópsia revelou o contrário: a mancha na testa de Bethany era um melanoma e a pinta no meio era melanoma desmoplásico, uma forma rara da doença e um tipo de câncer de pele particularmente perigoso.




Para que Bethany tivesse chance de sobreviver, os médicos tinham que agir rapida e cuidadosamente. O tecido muscular subjacente e um de seus gânglios linfáticos perto da orelha esquerda continham células de melanoma e tiveram que ser cortados.



As cirurgias deixaram um corte largo e profundo na testa de Bethany. Os médicos pegaram um enxerto de pele e o usaram para cobrir a ferida aberta. Por um tempo, Bethany teve que usar uma esponja de compressão amarela na testa até que seu corpo aceitasse o transplante. 



Enquanto isso, para evitar que qualquer célula de melanoma se espalhasse, ela passou por infusões de imunoterapia e por radioterapia para finalmente expulsar o câncer de seu corpo.


Durante todo o árduo caminho, ela continuou pensando em suas crianças e sabia que tinha que sobreviver por eles. "Para mim, vale a pena aguenta este ano de sofrimento em troca de 50 ou 60 anos assistindo minhas filhas crescerem e poder estar presente para elas e para meu marido", ela conta. Agora, suas filhas têm 2 e 5 anos e toda a família está bem de saúde. 



Ao compartilhar sua história e fotos, ela espera alertar tantas pessoas quanto puder sobre os perigos do excesso de radiação ultravioleta. "Por favor, pare de tomar banho de sol e ir a salões de bronzeamento", disse Bethany. "Um bronzeado não é um brilho de saúde: é uma pele danificada."
Bethany fez a coisa certa ao ter sua mancha examinada e, felizmente, conseguiu tratar o câncer de pele a tempo. É sempre melhor procurar aconselhamento médico se manchas ou pintas mudarem. É melhor agir rapidamente e ter certeza. 

Fonte: Today, via Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário