Páginas

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Marido de cuidadora instala câmera escondida na creche e flagra barbaridades


Imagem de reprodução
Quando um casal tem um bebê e ambos trabalham, eles logo enfrentam uma difícil questão: em quem eles vão confiar para tomar conta de seu bebê? Desiree LaBlanc, de Des Moines (USA), confiou na recomendação de um amigo da família, que a indicou Christina Williamson, uma mulher de 28 anos que administrava uma creche em sua casa. 



Mas isso se mostrou um grande erro.





Na época do ocorrido, a própria Desiree era uma investigadora de proteção à criança trabalhando para o Departamento de Serviços Humanos de sua cidade e era treinada para pôr um fim em casos de abuso. Ela tinha certeza de que, caso algo estivesse errado, ela perceberia. 
No começo, tudo parecia perfeitamente bem. Christina parecia ser competente e atenciosa, e o berçário estava sempre limpo e aparentemente seguro. Desiree receberia atualizações por fotos e até seria notificada caso sua filha tivesse sequer o menor dos incidentes. Isso era reconfortante. 

Christina

Então, um dia, a supervisora de Desiree a chamou e lhe disse para ir buscar sua filha imediatamente, sem dizer nada a Christina. Ela acreditou nela, mesmo sem saber qual era o problema. 
Logo a verdade surgiu. O (agora ex) marido de Christina tinha colocado câmeras escondidas no berçário após uma criança mais velha ter dito coisas suspeitas. Assim que ele viu as fitas, ele foi direto à polícia. 
O vídeo foi censurado na internet devido ao conteúdo explícito de violência contra uma criança e não vamos poder exibi-lo aqui.
Desiree mal conseguia acreditar. Essa mulher, que parecia carinhosa e cuidadosa, jogou as crianças, pisoteou, esmagou as suas cabeças, gritou, chacoalhou de forma violenta e as deixaram sozinhas na casa. O abuso físico continuava. Ela até colocava um pano nas bocas delas para fazê-las pararem de chorar. A funcionária da creche acabou assumindo a culpa por maltratar duas crianças, enquanto tentava se desculpar alegando ter problemas mentais. Mesmo assim ela ganhou cinco anos de prisão.





Felizmente, nenhuma das crianças parecia ter sofrido lesões ou danos a longo prazo. 

Procurando por uma nova creche, Desiree decidiu só deixar sua filha em algum lugar com vários adultos. É uma escolha difícil e pode ser complicado encontrar o lugar certo, mas nossas crianças valem o esforço! 


Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário