Páginas

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Jovem morre na porta de casa após paramédicos tirarem sarro de sua cara e mandarem ela parar de fingir




Após tomar analgésicos para dores de estômago, a britânica Beatrice Lovane, de 22 anos, sofreu uma reação alérgica e morreu na escada de casa por não conseguir andar até a ambulância. Os paramédicos que deveriam socorrê-la a acusaram de estar "fingindo" as convulsões. 





De acordo com o inquérito, Beatrice estava tendo convulsões e crises de vômito enquanto os profissionais diziam para ela "parar de tentar ser engraçada" e de se humilhar sozinha. Eles também recusaram dar uma cadeira de rodas para mulher.


Beatrice estava com sua mãe, Maria Lovane, de 55 anos, no momento do ocorrido. "Vim para a casa por volta das 23 horas e os paramédicos já estavam lá. Beatrice estava na sala e não parecia bem, estava respirando muito rápido e as pupilas pareciam dilatadas", contou em depoimento à polícia. Os paramédicos me pediram para tentar acalmar sua respiração, mas não tinha como eu fazer isso. Os olhos dela começaram a girar e eu perguntei se eles não a levariam para o hospital. Eles pediram para ela andar até a ambulância, mas ela não conseguia". 




Os profissionais disseram para Maria que sua filha estava querendo atenção. Tentaram empurrá-la para a saída pela escada, e então a mulher caiu e entrou em colapso novamente. 


Ainda segundo o depoimento da mãe, em determinado momento, eles foram alertados de que a vítima teria parado de respirar, então a levaram ao hospital onde constataram sua morte duas horas depois. Exames realizados após o óbito constataram que as pílulas ingeridas por Beatrice causaram a falência do fígado. 


A delegada Lisa Hashmi, que assumiu o caso de negligência dos paramédicos, declarou à imprensa local que a atitude dos profissionais foi "desprovida de qualquer cuidado básico" em um caso "difícil de acreditar". Além disso, acrescentou que as tentativas de reanimar Beatrice foram "superficiais". 



Os paramédicos foram presos provisoriamente durante a investigação do caso. A sentença ainda não foi determinada. 


As informações são de Daily Mail, via Rede TV




Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário