Páginas

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Internautas comemoram a morte de caçadora que matava animais por prazer




Melania Capitan, uma jovem de 27 anos da Espanha, tinha uma paixão bem polêmica: ela era uma caçadora que tinha matado inúmeros animais ao longo dos anos. Ela postava livremente as fotos online, onde posava orgulhosa com suas vítimas e descrevia detalhadamente em seu blog suas experiências de caça.








A caçadora tinha mais de 10 mil fãs nas redes sociais, mas não era universalmente aclamada por seu hobby questionável - amantes dos animais e pessoas preocupadas com o meio-ambiente a atacaram, insultaram e ameaçaram online, dizendo que desejavam que ela morresse. 



Em 2016, depois de receber mais de 3 mil mensagens de ódio, inclusive recados deixados em seu carro, Melania foi à polícia. No entanto, não havia muito o que eles pudessem fazer, uma vez que era difícil saber quem estava enviando as ameaças e xingamentos. 



Agora, a jovem foi encontrada morta em casa. Tudo indica que ela tirou a própria vida e deixou uma carta de despedida para seus amigos mais próximos. 



As pessoas próximas a Melania estão horrorizadas e culpam os anos de bullying online pela sua trágica decisão. Enquanto isso, várias pessoas receberam alegremente a sua morte, comentando coisas como "você fez um favor à humanidade. Adeus!", "queime no inferno, psicopata!", ou simplesmente "Karma". 

O presidente da Federação Real Espanhola de Caça anunciou que a organização apresentou uma queixa criminal contra aqueles que mandaram ameaças de morte para Melania. 

Sua paixão por caça era definitivamente algo que as pessoas tinham o direito de criticar veementemente. 

Mas quando uma pessoa se sente tão sem esperança que tira sua própria vida, então é sempre um momento de luto, e não desrespeito. 



Se você foi afetado por algum dos problemas descritos neste artigo, você pode chamar o número a seguir: 

Centro de Valorização da Vida - 141 





Fonte: Unilad, News.com.au, via Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário