Páginas

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Homem que sentia dor no rosto é surpreendido por médicos ao ficar sabendo sobre o resultado do diagnóstico


Imagem de reprodução

Tim McGrath tem 38 anos e vem de Michigan (EUA). Um dia, quando sentiu uma dor aguda em sua mandíbula, não havia como ele saber que isso marcaria o fim da sua vida até então normal. 




Após receber várias indicações no facebook, ele foi a médicos e eles descobriram o que estava causando a dor. Tim tinha um sarcoma sinovial crescendo em seu rosto. Esse é um tipo raro e agressivo de tumor de tecido mole que frequentemente se desenvolve sem qualquer sintoma particular, mas que pode se espalhar rapidamente pelo corpo. 
No começo, Tim decidiu lutar contra o tumor sem intervenção cirúrgica, mas, 18 meses depois, o tumor já estava do tamanho de uma laranja, e como o sarcoma sinovial é resistente contra quimioterapia, essa não era uma opção. O sarcoma tinha que ser cortado de seu rosto, em uma operação que durou 30 horas. 



Ainda que os médicos tenham feito seu melhor para reconstruir o rosto do homem de 38 anos, as tentativas não tiveram sucesso: o corpo dele rejeitou os transplantes. "Depois da cirurgia para remover o tumor, eu fiquei arrasado. Eu não sabia que metade do meu rosto seria retirado", Tim contou ao jornal New York Post
Não apenas o seu exterior estava muito disforme, como tentativas de reconstruir seu rosto frequentemente levavam a infecções. Por um tempo, ele teve uma cavidade em um lado de seu rosto. 
Por recomendação de um amigo, Tim recorreu ao Dr. Kongkrit Chaiyaste, um cirurgião plástico de elite que lhe deu esperanças novamente. Em operações seguintes, ele usou pele da perna de Tim de debaixo do seu braço para restaurar a parte esquerda de seu rosto. 
Depois da operação, o homem disse: "Atualmente, eu não posso tomar líquidos, comer pela boca ou pronunciar certas palavras, no entanto, minha qualidade de vida melhorou imensamente. Há pessoas que ficam me olhando, na maioria das vezes são crianças que não compreendem, mas eu esperaria que outros olhassem através do que veem."
Desta vez, seu corpo aceitou os transplantes. A reconstrução não terminou, mas seu médico o aconselhou a fazer uma pausa antes de novas cirurgias. "O Dr. Chaiyaste agora quer que eu tire um ano para relaxar e recuperar minhas forças, deixar o inchaço diminuir e simplesmente me divertir", conta Tim. Na próxima operação, o Dr. Chaiyaste tentará lhe devolver a habilidade de comer e beber pela boca. 


Apesar dessa trágica doença e do rosto desfigurado, Tim não perdeu seu otimismo e é um exemplo para todos nós.
Ele disse: "Agora, eu encontrei a confiança para compartilhar minha história, e, se minha jornada puder levar a vida feliz para outras pessoas ao meu redor, então eu realmente entender por que fui escolhido para trilhar este caminho."




Fonte: Buzzfeed, Toughliketim, Express, Newyorkpost, via Não Acredito




Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário