Páginas

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Grávida sofre acidente de carro e emociona a internet ao compartilhar fotos do seu bebê recém-nascido


Imagem de reprodução
Emma Fairbairn tinha imaginado que tudo seria perfeito. A jovem inglesa estava grávida de seis meses e ansiosa para o nascimento de seu filho. Ele estava se desenvolvendo bem e Emma mal podia esperar para segurá-lo. Isso foi até o dia fatídico, quando um único segundo mudaria o futuro dela para sempre.


Emma se envolveu em um grave acidente. Os paramédicos chegaram rápido ao local e a levaram imediatamente para o hospital, onde ela passou a noite em observação. Naturalmente, a jovem ficou preocupada, porém, na ambulância, ela sentiu seu bebê chutando. Na manhã seguinte, ela foi examinada por uma parteira.








Foi então que ela recebeu uma notícia que nenhuma mão deveria ter que ouvir: não havia mais batimento cardíaco em seu bebê. A parteira não conseguiu detectar nenhum sinal de vida. Emma sentiu como se o chão tivesse se aberto sob seus pés. E a parteira tinha uma notícia ainda pior: ela ainda teria que fazer o parto de seu filho morto.





Em 28 de maio de 2017, chegou o momento: Emma trouxe seu pequenino filho Flynn ao mundo. Ele pesava apenas cerca de 450 g e nunca abriria os olhos. Mas, mesmo assim, Emma o amava mais do que tudo e postou fotos dele no Facebook, escrevendo essas palavras comoventes:



"Essas últimas 27 horas foram as piores da minha vida. Saber que ele se foi e que eu nunca o verei abrir os olhou ou chorar, ou vê-lo dar seus primeiros passos, nada. Seu pobre corpinho não conseguiu aguentar a dor e o estresse da terrível batida ontem e não teve nada que eu pudesse fazer para salvá-lo, quando o meu corpo foi feito para mantê-lo a salvo, e até a noite passada eu pensei que ele tivesse [feito isso]. Descanse em paz, meu filhinho lindo."
As fotos dela realmente emocionam. Nenhuma mãe deveria ter que vivenciar isso.
Esperamos que Emma consiga aceitar sua perda. Para ela, é importante se despedir de seu filho de maneira apropriada e poder ficar de luto. Felizmente ela tem uma família amorosa para apoiá-la nisso.



Fonte: Gofeminin, Facebook, via Não Acredito




Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário