Páginas

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Cantora fica cega e quase morre após glitter cair em seu olho


Imagem de reprodução
Erica Diaz estava fazendo um cartão artesanal juntamente com sua filha, mas ela jamais imaginou que sua vida mudaria por completo a partir daquele dia.

A escritora e cantora de North Lauderdale, na Flórida – EUA, estava com sua filha Zoey fazendo cartões de Dia dos Namorados no ano passado, quando resolveu adicionar um pouco de glitter para deixá-lo com brilho dourado. Ao limpar toda a bagunça, percebeu que tinha uma “partícula” minúscula de glitter em seu olho e que não queria sair. Foi o suficiente para desencadear uma infecção gravíssima.

A cantora de 33 anos se viu próxima da morte ao desenvolver infecção generalizada. Os médicos tentavam, ao mesmo tempo, salvar sua vida e evitar que a situação do olho ficasse ainda pior, mas foi impossível salvá-lo, e Erica tornou-se cega do olho esquerdo, necessitando removê-lo.


“Eu me despojei de todas as vaidades e coisas que achava bonito e descobri que mesmo gordinha ou parecendo uma ciclope, eu ainda era uma mulher bonita, ainda era uma bela humana e sou grato por isso”, comentou em entrevista ao jornal britânico Daily Mail.
Durante o incidente, ela tentou lavar o olho com soro fisiológico, em casa, mas o glitter persistia em continuar. Incapaz de dormir, procurou um médico e recebeu colírios para melhorar o aspecto do olho vermelho. Dias depois, foi hospitalizada com um “buraco” em sua córnea. Os médicos do Bascom Parlme Eye Institute – em Miami – ficaram perplexos. “O buraco cresceu de 1 milímetro para 7 milímetros em uma semana”, disse ela.


Ela recebeu uma combinação de 12 colírios de alta potência, mas alguns lhe causaram dores intensas e reações adversas. Em seguida, precisou passar por um transplante de córnea, mas a cirurgia foi considerada um “desastre”. Ela diz que a anestesia não fez efeito, necessitando de anestesia geral para realizar o procedimento.
Quando os cirurgiões começaram os procedimentos, perceberam que o olho estava repleto de pus. Decidiram então limpá-lo e aguardar mais alguns dias para um segundo transplante de córnea. O segundo também foi um fracasso pelo excesso de pus. Então, os médicos retiraram o vítreo – substância gelatinosa e transparente que preenche a parte interna e posterior dos olhos. Após os procedimentos, pequenos tumores começaram a surgir, e ela precisou retirar o olho por completo.
Após meses de sofrimento, ela recebeu uma prótese ocular para tornar sua aparência mais estética. Ela também publicou um pedido de ajuda no site do GoFundMe para arrecadar dinheiro e pagar despesas médicas, já que apenas um colírio usado custou mais de 1.000 dólares.


Ela disse entender que passou por uma experiência “anormal” e pede que as pessoas não tenham medo ou se afastem do uso de glitter.



Daily Mail, via Jornal Ciência
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário