Páginas

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Mulher gasta R$ 500 mil para tentar ter filhos e 2 décadas depois deixa médicos chocados com sua condição


Imagem de reprodução
Ajibola Taiwo tinha quase tudo que poderia desejar: um trabalho que gostava, um marido amoroso e um lar maravilhoso. Apesar disso, para Ajibola e seu parceiro, Adeboye, ainda faltava uma peça no quebra-cabeça da felicidade eterna: eles queriam filhos! O casal nigeriano tentou por anos realizar esse sonho, porém, parecia que eles estavam amaldiçoados. Crianças simplesmente não fariam parte de seus destinos...

Ainda que ambos fossem felizes, a família e os amigos de Adeboye o pressionavam para largar Ajubola e achar uma mulher "fértil". Ignorando seus pedidos, ele deixou claro o quanto ele a amava, assegurando que essas coisas levam tempo e que um bebê estaria a caminho. Por 17 anos infrutíferos, eles tentaram de tudo, inclusive fertilização "in-vitro", terapia hormonal e incontáveis exames. Esses tratamentos não são baratos e o casal foi forçado a gastar mais de US$ 155 mil (aprox. R$ 500 mil) sem qualquer recompensa por seus esforços. Mas então, depois de quase duas décadas de sofrimento, o que parecia impossível aconteceu: Ajibola estava finalmente grávida. E como estava! Quatro pequenos milagres estavam crescendo dentro dela - ou era o que ela pensava, pelo menos. 



As notícias surpreendentes se tornaram ainda mais incríveis: na verdade, Ajibola estava esperando seis pequeninos! Após o choque inicial, a felicidade do casal ganhou uma boa adição de medo. Afinal, se dar à luz um bebê já é bem difícil, imagine seis! Os médicos também estavam espantados com essa descoberta extremamente rara. 


No entanto, o sexteto não deu muito tempo para os pais se preocuparem, uma vez que o parto estava planejado para a 30ª semana de gravidez. Como nascimentos assim são muito complicados, os Taiwos viajaram para os EUA, onde um time de especialistas de todo o país cuidou do parto incomum. No dia 11 de maio de 2017, o procedimento envolveu todos os 40 funcionários do Hospital da Universidade da Comunidade de Virgínia trabalhando e concentrados na difícil tarefa. Veja o resultado maravilhoso com seus próprios olhos:





Ainda que sempre existam certos riscos associados a partos múltiplos, o time experiente e os pequenos guerreiros encararam o desafio com sucesso. Todos ficaram exaustos no fim, mas extremamente felizes com o resultado. 


Em uma situação desafiadora, os Taiwos criaram uma amizade muito próxima com os médicos. Sêxtuplos são algo realmente especial, afinal de contas. O novo pai orgulhoso Adeboye é profundamente grato à equipe, referindo-se a eles como "sua família" e prometendo algo em particular: seus filhos vão estudar na Universidade da Comunidade de Virgínia um dia! Os recém-nascidos devem sua vida à instituição. Adeboye viu por conta própria quão bem treinada é a equipe, e quer que seus filhos façam o mesmo no futuro. 



Ainda que os filhos, que pesam entre 0,7 e 1,4 kg, permaneçam sob os cuidados do hospital, os médicos já garantiram que eles estão em estado de saúde perfeito. Os pais com certeza estão prestes a começar uma aventura, uma vez que suas três meninas e três meninos possam ir para casa! 
A longa espera valeu a pena! Os Taiwos se sentem abençoados e ansiosos para os desafios que terão com seus anjinhos. Tudo está bem quando acaba bem: certeza que Ajibola e Adeboye concordam! 



Fonte: Huffington Post, Little Things, Youtube
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário