Páginas

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Avó fica grávida com 42 anos, tem parto terrível e desmaia no hospital ao olhar para o rosto da filha


Imagem de reprodução
Helena e Yuri Spengler estão juntos desde os tempos de escola. Eles se casaram jovens e tiveram três crianças maravilhosas ao longo dos anos. Porém, aos 42 anos e já avó, Helena teve uma grande surpresa ao descobrir que estava grávida mais uma vez. 








Depois do casal ter tentado conceber mais crianças durante 18 anos, eles estavam muito felizes com a notícia e mal podiam esperar pelo parto. Felizmente, a gravidez correu sem complicações. Mesmo nos ultrassons, os médicos nunca notaram algo incomum. Ainda assim, o bebê chegou um mês antes do previsto. 
Com toda a antecipação e anseio, o dia do parto acabou sendo um verdadeiro pesadelo para Helena. Quando Darina chegou ao mundo, os médicos ficaram em silêncio. Ao invés de colocarem a recém-nascida nos braços da mãe, eles a levaram embora sem dizer uma palavra. Depois de Helen se recuperar do parto, ela queria ver sua filha. A enfermeira, querendo prepará-la, perguntou: "Você está pronta?"
Darina estava tão fraca que só conseguia sobreviver em uma incubadora. No início, Helena viu o corpo da menininha, então sua cabeça e, por fim, seu rosto. Nesse momento, a mãe desmaiou. 
Helena sofreu um choque e só conseguiu recuperar a consciência na sala de reanimação. A visão de sua própria filha a tinha assustado. Mais tarde, os médicos lhe disseram que Darina tinha nascido com uma doença genética rara, conhecida como Síndrome de Nager. Essa doença faz o rosto da pessoa parecer uma máscara distorcida. A julgar pelo estado de saúde de Darina, os médicos não sabiam se ela sobreviveria aos próximos meses ou sequer às próximas semanas. 



Os médicos aconselharam a mãe a deixar a menina na clínica e deixá-la aos cuidados de um orfanato. Então, seu marido Yuri entrou na sala para visitar a esposa e a filha. Quando a enfermeira mostrou a bebê ao pai, Helena já estava temendo sua reação. Porém, Yuri não se importou. "Aí está a nossa doce menininha!", ele chorou, beijando seu pequeno anjinho. Pouco depois, Darina foi entregue aos cuidados dos pais. 


Nem mesmo os amigos e familiares mais próximos conseguiam entender a decisão do casal de ficar com Darina. "Eles disseram várias vezes a Helena e Yuri: "Ela nunca conseguirá levar uma vida normal. Ela morrerá em breve. Isso vai destruir a sua vida." No entanto, eles se recusaram a escutar essas críticas e decidiram se mudar para outra cidade. Eles receberam o apoio necessário de seus três filhos. Os netos do casal também amavam brincar com a pequena tia. 



Contra todos os prognósticos, Darina ficou mais forte a cada dia. Ela é uma menininha tranquila que, assim como a maioria das crianças da sua idade, ama assistir desenhos, usar vestidos de princesa, cantar e fazer longos passeios com seus pais. Quando está na rua, os estranhos frequentemente a encaram, mas seus pais não querem escondê-la do mundo. E ainda que algumas pessoas até os peçam para esconder o rosto da filha com uma máscara, o casal responde: "Se você não quiser vê-la, pode olhar para o outro lado. Para nós, ela é linda do jeito que é!"



Aos 3 anos, os pais de Darina finalmente começaram uma campanha de arrecadação de fundos. Para conseguir falar e comer alimentos sólidos quando for mais velha, Darina precisará de cirurgia reconstrutiva para lhe dar os lábios que faltam desde o seu nascimento. Darina já passou por sua primeira operação e seus pais estão otimistas que as próximas ajudarão a dar um futuro bem melhor para a filha. 



Darina é amada por sua família, mas ainda não experimentou o quão horrível e cruel o mundo pode ser. Só podemos desejar muita força e sorte para seu futuro. Mas com pais, irmãos e sobrinhos incríveis assim, ela já tem uma maravilhosa rede de apoio para ajudá-la a superar os obstáculos da vida. 

Fonte: kp.ru, Youtube, via Não Acredito




Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário