Páginas

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Este pônei faminto mal conseguia andar. O estado de suas pernas é simplesmente inacreditável.


Imagem de reprodução
É realmente perturbador ver o quão cruéis algumas pessoas podem ser com os animais. Os voluntários da "Animaux en Péril" (Animais em Perigo) enfrentam isso todos os dias, mas, recentemente, um caso envolvendo um pônei chamado Poly os deixou chocados. 


Os cascos de Poly tinham sido negligenciado por 10 anos e tinham ficado deformados a ponto de se tornarem chifres longos e tortos. O pobre pônei mal podia se manter em pé, muito menos andar. Os voluntários sabiam que tinham que agir rapidamente. 

Primeiro, eles tosaram o pelo de Poly e libertaram o animal de sua pelagem sarnenta e cheia de pulgas. Os cascos de Poly, por sua vez, demandaram muito mais trabalho. Os voluntários tiveram que usar ferramentas bem pesadas para apará-los. Apesar do procedimento, eles não tinham certeza se aquilo seria o suficiente. Depois de tanto tempo com cascos excessivamente grandes, o pônei provavelmente tinha desenvolvido problemas de postura. 




A pobre Poly também vivia em condições horríveis. Seu estábulo estava coberto de uma camada grossa de 60 cm de estrume. 
O dono, obviamente, não tinha feito nada por Poly. Ela estava terrivelmente subnutrida, pesando apenas 75 kg (o peso normal de um pônei do seu tamanho é cerca de 200 kg!). Quando eles a encontraram, Poly era literalmente pele e osso. 
A pele por baixo do pelo infestado de piolhos de Poly estava tão infectado que ela teve que tomar um banho com medicamentos. A equipe de resgate a lavou delicadamente. Era a primeira vez em muito tempo que o animal torturado sentia algo semelhante a afeto. 


Os voluntários levaram Poly para o abrigo do Animaux en Péril e lhe deram bastante comida. 
Depois de ser limpa e ter seus cascos aparados, Poly já parecia bem melhor, mas seus novos responsáveis podiam ver claramente que ela estava traumatizada pela experiência: "Sob esse tipo de tortura, o tempo parece uma eternidade", eles explicaram. Esperamos que Poly consiga deixar os horrores no passado. 



Nenhuma criatura merece ser negligenciada assim. O dono está enfrentando acusações criminais e pode ser sentenciado à prisão por violar leis de proteção animal. Mas pelo menos esta história tem um final feliz e Poly pode se animar com um futuro bem melhor. 



Fonte: The Dodo, Facebook
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário