Páginas

terça-feira, 25 de abril de 2017

Este pai entrou em pânico quando um pit bull correu na direção de sua filha. Mas o que ele viu depois, o mudou completamente.


Imagem de reprodução
Todos nós temos ocasionalmente alguns preconceitos negativos a respeito de alguém. Greg Heynen tinha pelo cachorro de sua mulher, Zack, uma mistura de pit bull com labrador. Tudo por causa dessa raça ser considerada violenta. Hoje, Greg compartilha a sua história:


"Minha mulher e eu tínhamos dois cachorros que já eram nossos antes de nos conhecermos. O dela era um cruzamento de pit bull com labrador chamado Zack, e ele me odiava. Quando nossa filha nasceu, eu disse à minha mulher: 'Se ele sequer mordiscar o bebê, ele sai de casa.'



Nós trouxemos nossa filha para casa em uma cadeirinha de carro, e os dois cachorros a cheiraram e lamberam com o rabo balançando. Eu tive que tirar o Zack de perto dela, porque ele não parava de lambê-la. Imediatamente, ele virou o protetor da minha filha, e, sempre que ela estava deitada em um cobertor no chão, ele colocava uma pata em cima do cobertor.



Zack amou minha filha imensamente, e, quando ela ficou maior, ele ia com ela até a cama e dormia com ela. De alguma forma, ele sempre sabia quando era hora de ir lá pra cima e esperava por ela ao pé da escada, e depois a seguia.
Um dia, Zack foi envenenado pelo filho do vizinho e nós tivemos o pior dia de nossas vidas. Tivemos que assistir nossa filha dizer adeus a ele enquanto ele estava deitado no chão da cozinha, com minha mulher e eu ao lado chorando.
Às 8 horas daquela noite, ela foi até a escada para subir. Foi nesse momento que nos demos realmente conta do que havia acontecido. Depois de 5 anos, Zack não estava mais lá para acompanhá-la até a cama.
Foi aí que o meu cachorro, que amava muito a minha filha, mas não estava à altura de Zack, se levantou, caminhou até ela, e esbarrou nela com a cabeça. Ele colocou um pé na escada e olhou para ela. Eles subiram e foram para a cama com minha filha agarrando firme em seu pescoço.
Pelos próximos seis anos, até ele também morrer, Sam esperou por ela na escada todas as noites." 
Que história emocionante. É maravilhoso que Greg tenha visto que Zack era o melhor amigo que sua filha poderia querer, e que Sam ocupou lealmente o posto que lhe foi passado.

Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário