Páginas

terça-feira, 4 de abril de 2017

Esta tartaruga gigante de 100 anos, foi capturada e levada de seu habitat. Mas, o que ela fez, salvou sua espécie da extinção.


Imagem de reprodução

Uma tartaruga-gigante da Ilha Galápagos chamada Diego, tem mais de 100 anos e é pai de 800 bebês tartarugas.
Segundo os especialistas ele ajudou a salvar sua espécie da extinção: “Ele é um reprodutor masculino sexualmente muito ativo. Ele contribuiu enormemente para repovoar a ilha”, disse Washington Tapia, especialista em preservação de tartaruga no Parque Nacional de Galápagos.



Diego é uma tartaruga da espécie Chelonoidis hoodensis, também conhecida como Tartaruga-das-galápagos-de-pinta, somente é encontrado na natureza de Ilha de Española, uma das Ilhas Galápagos, no Equador. O arquipélago foi palco dos estudos sobre a biodiversidade realizados por Charles Darwin.
50 anos antes de Diego existiam apenas 2 machos e 12 fêmeas. Ele agora está vivendo em um centro de reprodução de tartarugas em uma ilha nas proximidades, onde é responsável pela reprodução de seis fêmeas. No total, existem 3 machos responsáveis pelo repovoamento da ilha, mas Diego com seus 82 quilos e cerca de 90 centímetros de comprimento é considerado o “macho alfa”.
Ele foi encontrado no jardim zoológico de San Diego, na Califórnia, por isso recebeu o nome Diego. “Nós não sabemos exatamente como ou quando ele chegou nos Estados Unidos. Ele deve ter sido tirado de Española em algum momento entre 1900 e 1959 por uma expedição científica”, disse Tapia.
Diego foi trazido de volta à ilha no ano de 1976, quando foi introduzido no programa de reprodução em cativeiro. Mas, os resultados acabaram surpreendendo os pesquisadores. Depois de análises genéticas, foi descoberto que Diego era pai de 40% das tartarugas que habitavam a ilha.
“Eu não diria que (as espécies) estão em perfeita saúde, porque os registros históricos mostram que provavelmente existiam mais de 5.000 tartarugas na ilha. Mas é uma população que está em boa forma – e em crescimento, o que é o mais importante”, disse Tapia.


Informações: Daily Mail, via Jornal Ciência
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário